obituário

Morreu Cleusa Sincler de Oliveira Machado

Natural de São Pedro do Sul, Cleusa deixou três filhos


Cleusa Sincler de Oliveira Machado, 57 anos, nasceu no interior de São Pedro do Sul, na localidade de Serra Alegre. Filha de Nely e Almiro, falecidos, cresceu com sete irmãos, Lori Elizabeth, Jorge Léo, Maria Izabel, Virgínia D'arc, Rosa, Nilson e Mara Rubia, falecida. Ela teve três filhos, Jorge Edegar, 37, Roger, 36 e Roxane Angela, 29. Trabalhou como vendedora autônoma e, nos últimos 18 anos, sustentou-se como empregada doméstica. Nas horas de folga, gostava de ir à bailes e de ouvir música gaúcha.

Conforme a filha mais nova, o maior legado que a mãe deixou foi o exemplo de ser humano ético e caridoso no trabalho e nos compromissos. Roxane conta, ainda, que ela era muito preocupada com o bem-estar da família, dos amigos e até mesmo das pessoas desconhecidas que passavam por dificuldades.

- Ela não reuniu muitos bens, mas sempre repartiu aquilo que possuía. Além disso, tinha uma palavra de conforto e ânimo para quem precisasse. Irei me lembrar dela como uma mulher vaidosa, alegre, sorridente e que amava muito os filhos - completa a filha.


Para a irmã, Maria Izabel, Cleuza deixa um legado de persistência, principalmente por exercer os papéis de mãe e de pai na educação dos filhos:

-Era uma mulher forte, lutadora, que trabalhou muito para cuidar dos seus. Com certeza, deixa uma família especial, criada com amor. Ela também era querida dos irmãos e amigos. Fica a saudade de quem sabia cativar a todos os que conviveram com ela. Apesar do vazio, entendemos que Deus está no comando e vai nos ajudar nessa etapa.


Amiga de Cleusa há 18 anos, Eloi Silva, ou apenas Dica, 82 anos, a considerava uma irmã de coração. Foi Dica quem apresentou à Cleusa a Igreja Evangélica, que a empregada doméstica passou a frequentar no último ano.

-Não havia segredo entre nós. Ela era maravilhosa. Eu a amava muito! Não está sendo fácil sem ela. Conversávamos sobre a palavra de Deus. A fé dela era muito grande - conta Dica.

Cleusa morreu em 31 de janeiro e foi sepultada no dia seguinte, no Cemitério do Divino, em São Pedro do Sul.



fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190