temporal

Vento chega a 78 Km/h e provoca estragos em Santa Maria

De acordo com a BaroClima Meteorologia, em pouco mais de duas horas, choveu 76 milímetros na cidade. Defesa Civil atende casos de destelhamento e alagamento

18.398


Foto: Renan Mattos (Diário)
Casa foi destelhada no Bairro Caturrita

A previsão de temporal e ventania para a Região Central se confirmou durante a madrugada e manhã desta quinta-feira. De acordo com a BaroClima Meteorologia, as rajadas de vento chegaram a 78 Km/h, por volta das 5h, no Aeroporto Municipal. Até às 9h50min desta quinta, o registro era de 76 milímetros de chuva desde a madrugada.

VÍDEO: Museu de Ufologia celebra 20 anos com investimentos e mais de 650 mil visitantes

Em duas horas e meia - das 5h às 7h30min -, choveu 62 milímetros na cidade.

Conforme a Defesa Civil, foram distribuídas lonas para 16 residências. Ao todo, foram 120 metros. Na contabilidade do órgão, quatro casas alagaram, cinco árvores caíram, três fios de alta tensão foram danificadas e um telhado foi arrancado. Este caso ocorreu no Residencial Novo Horizonte, no Bairro Camobi. O telhado atingiu um carro estacionado na Rua Osório Quadro Sobrinho.


Foto: Defesa Civil (divulgação)
Telhado arrancado em residência no Bairro Camobi

A Defesa Civil atende cinco casos de destelhamento no município. O órgão está entregando lonas a famílias atingidas nos bairros Caturrita, Salgado Filho e Urlândia. Além disso, há registro de alagamento na Rua Adi João Forgiarini, no Bairro Pinheiro Machado, próximo ao Hospital Regional. 

Semáforo da Avenida Dores já está em funcionamento


Foto: Renan Mattos (Diário)
Uma árvore caiu na Rua Idelfonso Schilling, no Bairro Salgado Filho

Na Rua Idelfonso Schilling, no Bairro Salgado Filho, uma árvore caiu e bloqueou o trânsito, além de derrubar um poste residencial. A via é usada como um dos desvios para as obras da Avenida Borges de Medeiros. No mesmo local, o Arroio Cadena estava com nível alto e ameaçou chegar a residências ribeirinhas. Mas com a parada da chuva, por volta 9h30min, a água já havia baixado. A árvore foi removida por volta de 9h.

Uma casa foi destelhada na Rua José Barin, no Bairro Caturrita. O morador Iramar Allis, de 61 anos, estava no local quando o vento arrancou as telhas. O fato aconteceu de madrugada. Ele conta que ouviu um trovão forte, que chegou acompanhado de chuva e uma forte rajada de de vento.

- Quando eu vi já estava tudo destelhado. Agora estamos esperando a ajuda dos Bombeiros e Defesa Civil para cobrir, enquanto não reconstruímos o que foi danificado. Tivemos danos materiais, molhou camas, roupas. Moro a vida toda aqui e nunca tinha avisto algo parecido. Agora é arrumar as coisas e seguir a vida - lamenta o chapeador.


Foto: Renan Mattos (Diário)
Seu Iramar teve a casa destelhada durante a madrugada

No mesmo bairro, pelo menos outras duas casas tiveram prejuízos na Rua João Paulo Nunes, mas com menor intensidade.

Já no Bairro Pinheiro Machado, a casa da aposentada Maria Norma Xavier, 70 anos, na Rua Adi João Forgiarini, teve todos os cômodos invadidos pela chuva. Segundo a aposentada, por volta das 5h30min, ela e o marido acordaram com o colchão sendo umedecido pela água que já tinha chegado no quarto do casal:

- Eu moro aqui há 25 anos e é a segunda vez que minha casa é alagada. Da outra vez eu perdi tudo e consegui remontar minha casa com doações. Agora eu não seu mais o que eu vou fazer. Eu ganho um salário mínimo, não tenho como comprar móveis - conta emocionada.

Na Avenida Maurício Sirotski Sobrinho, em frente ao Pronto-Atendimento Municipal, um rio se formou na via bem em frente a saída das ambulâncias. No local, os carros precisaram redobrar a atenção e cuidar para não molhar quem tentava atravessar a avenida.

Segundo a prefeitura, o Bairro Itararé chegou a ficar sem energia elétrica, e a vacinação contra a Covid-19 que ocorreria no Clube 21 de Abril foi transferida para o Clube Dores. A energia elétrica já foi restabelecida no bairro. De acordo com o superintendente da Defesa Civil, Adão Lemos, até as 9h30min, cerca de 110 metros de lona haviam sido distribuídos para uso em casas destelhadas. Ele informa que, até o momento, não há registro de desabrigados nem desalojados em Santa Maria.

TELEFONES PARA SOLICITAÇÃO DE AJUDA

A prefeitura disponibilizou uma lista de números para atendimento de pessoas que foram afetadas pela chuva e o vento:

Corpo de Bombeiros - 193

Centro Integrado de Operações 24h:

  • Telefone -153
  • WhatsApp - (55) 9 9217-8122, (55) 9 9167-4728 ou (55) 9 9167-8452

Defesa Civil - (55) 3222-5192 ou (55) 9 9110-7940

ÁRVORES CAÍDAS

Segundo o Corpo de Bombeiros, a movimentação de atendimentos iniciou ainda na madrugada, quando o vento era mais forte e a chuva se iniciou. Equipes atenderam a chamados de queda de árvores em residências e também fizeram rondas para identificar a necessidade de atendimento e entrega de lonas para cobertura das residências a serem atendidas. Na manhã desta quinta, há atendimentos de árvores caídas em diversas regiões do município. Além do Bairro Salgado Filho, (foto acima), há atendimento na Vila Prado, na Rua Venâncio Aires (próximo ao Bairo Caturrita), na Rua Luis Castanha (Bairro Pres. Joao Goulart), Rua José Barin (Bairro Caturrita), próximo à Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom Antonio Reis (Vila Carolina), na Rua Gonçalves Leodi (Camobi), Rua Antônio João (Vila Oliveira).

VACINAÇÃO

Em função da chuva, a prefeitura precisou cancelar a vacinação prevista para ocorrer no Clube 21 de Abril, nesta quinta-feira. O local está sem energia elétrica em função do temporal.

As pessoas devem se dirigir ao Clube Dores, para onde as doses estão sendo encaminhadas. Quem já estava na fila, recebeu senha e está sendo encaminhado ao Clube Dores. No local, a equipe de 21 de Abril estará dando apoio. 

Algumas unidades começaram mais cedo a vacinar, como as UBSs Passo das Tropas e Kennedy, para liberar as pessoas da fila em função da chuva  Na Keneddy, no Bairro Salgado Filho, mais de 100 pessoas ainda aguardavam pela vacinação na chuva por volta das 8h30min. Nos demais locais, a vacinação ocorrerá normalmente.



fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190