em santa maria

VÍDEOS: vigília em frente ao prédio da Kiss marca homenagens aos 7 anos da tragédia

Amigos, familiares e sobreviventes homenageiam vítimas do incêndio desde às 20h30min deste domingo

Dandara Flores Aranguiz e Thays Ceretta
Foto: Foto: Renan Mattos (Diário)

Fotos: Renan Mattos (Diário)
Cerca de 80 pessoas estiveram reunidas em frente à boate Kiss, na Rua dos Andradas

*ATUALIZADA às 2h30min do dia 27 de janeiro

Familiares, amigos e sobreviventes da maior tragédia do Rio Grande do Sul se concentraram, desde às 20h30min deste domingo, na Praça Saldanha Marinho para a noite de homenagens às vítimas do incêndio na boate Kiss.  

Confira o início da concentração:

 

Associação dos familiares de vítimas do Kiss envia carta ao governador para cobrar maior rigor na lei

Neste ano, o grupo veste camisetas brancas e pretas que marcam os 7 anos da noite do dia 27 de janeiro de 2013. A mesma frase carregada nas costas, foi escrita na fachada do prédio onde funcionava a boate, na Rua dos Andradas: "O sistema envenena, a corrupção mata, a impunidade enlouquece."

VÍDEO: 'a gente enfrenta esse júri em qualquer lugar', diz pai de vítima da Kiss

Às 22h, o grupo desceu em caminhada silenciosa pela Avenida Rio Branco em direção à frente da Kiss, onde uma nova pintura já foi feita na tarde de domingo por uma aluna da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No asfalto da rua, foi feito um coração branco com anjos do lado de dentro, que representam as 242 vítimas mortas.

Na fachada, além da frase que pede por justiça, a estudante Elizandra Vieira, do 4ª semestre do curso de Artes Visuais - que no ano passado também participou da pintura do túnel Evandro Behr nas homenagens - retratou uma mãe tentando alcançar as estrelas no céu, que representam os filhos e o desejo pelo reencontro. As novas pinturas começaram às 13h30min e terminaram um pouco antes das 20h, em preparação à vigília da madrugada.

Ao completar sete anos do incêndio, caso Kiss ainda está longe de um desfecho

Por volta das 22h30min, ao chegar em frente à boate,acompanhado de cerca de 80 pessoas, o presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), Flávio da Silva, falou sobre a longa espera pelo julgamento dos réus.

A irmã Lourdes Dill foi a convidada para o momento de oração, em que os presentes - aproximadamente 80 pessoas - se uniram e deram as mãos por pedidos de justiça.

A poetisa e professora aposentada Maria das Graças Py também falou sobre a importância de se manter a esperança neste ano, com a possibilidade de realização do Tribunal do Júri.

Ao redor do coração pintado na rua, 242 velas foram acesas representando os jovens que perderam a vida em decorrência da tragédia.

Veja como foi a caminhada e o início da vigília em frente ao prédio da boate Kiss:

Essa é a sétima edição do Janeiro 27, que desta vez tem como tema "Sem justiça não há futuro". Na frente do prédio da Kiss, uma estrutura foi montada com telão, onde foram  apresentados vídeos com depoimento de familiares, amigos e pais das vítimas. A vigília acabou por volta das 1h30min, antes do horário em que o incêndio teria começado em 2013.

Imagens


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190