mobilização

VÍDEO: projeto da UFSM já recuperou 10 respiradores para combate ao coronavírus

Outros 17 equipamentos, de diversos hospitais da região, aguardam pela chegada de peças novas para serem consertados

18.303


Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)
Já são 10 equipamentos recuperados pela Federal

Utilizar o conhecimento produzido dentro da universidade para o enfrentamento da Covid-19. Este foi o desafio lançado pela reitoria da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), aceito por 30 voluntários, entre alunos, professores e técnicos do Centro de Tecnologia (CT), do Colégio Técnico Industrial de Santa Maria (Ctism) e do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) e reitoria. Foi assim que o grupo já consertou 10 respiradores, um dos equipamentos hospitalares mais importantes para a recuperação de pacientes acometidos pelo novo coronavírus.


A demanda começou a surgir depois de uma campanha de divulgação nas secretarias de saúde dos municípios e hospitais da região. Desde o início de abril, o projeto recebeu 28 ventiladores pulmonares para recuperação. Destes, três já foram entregues para a Associação Cultural Recreativa e Beneficente São Marcos, de Sobradinho. Outros quatro serão enviados para São Gabriel, um já foi entregue para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Seberi e dois devem ficar em Santa Maria, no Hospital da Brigada Militar (HBM) e no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

VÍDEO: CFCs retomam serviços em Santa Maria após quase dois meses

A compra das peças é feita com recursos próprios da UFSM e de doações da comunidade. Os itens variam de R$ 200 a R$ 20 mil. Um dos maiores problemas vivenciados pelos voluntários é encontrar as peças no mercado. Por isso, os outros 17 equipamentos aguardam peças no laboratório.

CONHECIMENTO COLETIVO
Conforme José Abilio Lima de Freitas, professor do Ctism da UFSM e integrante do projeto, a iniciativa reuniu conhecimento de vários níveis. O colégio, que já trabalhava com as áreas de eletrônica e pneumática, está junto com os cursos superiores das engenharias, que integram o Centro de Tecnologia, e a equipe que realiza a manutenção dos equipamentos hospitalares do Husm nessa força-tarefa. No espaço físico onde se encontra a oficina de respiradores, funcionava antes o serviço de manutenção dos computadores da Federal, que foi adaptado para a nova demanda.


Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)
Para o conserto, estão envolvidos profissionais de diversas áreas do conhecimento, como mecânica, saúde e eletrônica

- São equipamentos de várias marcas, novos, obsoletos, de diferentes circuitos. O desafio é enorme, mas estamos conseguindo avançar com o projeto. Sabemos que há vidas que vão depender disso - declara Freitas.

As demandas são variadas. Um dos aparelhos teve o reparo orçado em apenas R$ 30 para a troca de mangueiras internas. Outro, que será destinado para reparos em Porto Alegre, tem o conserto estimado em cerca de R$ 25 mil, o que é aceitável se considerar o valor total do equipamento, que custa em torno de R$ 80 mil.

Estiagem provocou perdas de R$ 175 milhões na agricultura em Santa Maria

Um dos ventiladores pulmonares que aguarda reparo estava em desuso há mais de 15 anos em Restinga Sêca, no Hospital de Caridade São Francisco. Conforme a secretária de Saúde do município, Jocelaine Brauner, o aparelho era usado para anestesias e também tem a função de respirador. Com a pandemia, os gestores ficaram sabendo do projeto e levaram o item para conserto, já que não há nenhum outro respirador no município.

- Chegamos a fazer orçamentos para a compra de respiradores, mas, como não há produtos no mercado e não somos um hospital de referência, não adquirimos. A restauração deste aparelho será de grande valia, pois teremos a opção de usá-lo em algum caso de urgência até o momento que o paciente seja transferido para o hospital referência de tratamento da Covid-19 - explica a secretária.


Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)
Antes da pandemia, espaço era utilizado como oficina de manutenção de computadores

Interessados podem contribuir com a conta bancária aberta para a campanha "Ação Fatec/UFSM contra a pandemia Covid-19" (confira abaixo os dados bancários). Os doadores podem direcionar o dinheiro para o projeto preenchendo um formulário no site da Fatec. Além da recuperação de respiradores, há, ainda, captação de recursos para produção de álcool em gel, testagem da Covid-19, entre outras iniciativas desenvolvidas pela UFSM e Husm.

COMO AJUDAR

Ação Fatec/UFSM contra a pandemia Covid-19

  • Banco do Brasil
  • Agência: 1484-2
  • Conta corrente: 43051-x FATEC UFSM COVID-19
  • No campo identificador, insira seu CPF ou CNPJ

*Colaborou Felipe Backes


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190