eleições 2020

VÍDEO: nas vésperas da eleição, maioria dos eleitores desconhecem propostas

Em enquete do Diário, santa-marienses também definiram as prioridades para o próximo governo

Luiza Oliveira e Natália Müller Poll


Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)
Santa Maria está na reta final da campanha eleitoral

Faltam apenas dois dias para o eleitor santa-mariense ir às urnas e decidir quem vai comandar o Executivo municipal a partir de 2021. Na reta final deste segundo turno, as campanhas políticas de Sergio Cechin (PP) e Jorge Pozzobom (PSDB) seguem movimentando a cidade com bandeiraços, entrega de panfletos e carreatas.


E para saber se a população está por dentro das propostas dos dois candidatos, o Diário foi às ruas para questionar o eleitor sobre o que ele considera prioridade para o próximo governo. Veja os resultados completos no fim do texto.

Para a maioria dos 25 entrevistados, as propostas não são o principal fator levado em conta na hora de escolher um candidato. Dos 25 consultados, 19 disseram que o histórico é o principal critério. Mandatos anteriores, obras realizadas, vida pública e posicionamentos políticos antigos entram nesta conta.

Outros quatro relataram afinidade com as ideias atuais do candidato e apenas dois - 8% do total - disseram que definem o voto principalmente por conta das propostas. Isto se refletiu em outro ponto: o desconhecimento das ideias dos candidatos.

Propaganda eleitoral no rádio e TV só pode ser feita até esta sexta

Para a pesquisa, o Diário levou uma cola com as cinco principais propostas de cada candidato, sem identificação. Nenhum entrevistado conseguiu relacionar mais de três propostas ao candidato correspondente, e a maioria não conseguiu acertar pelo menos uma.

No momento de escolher qual a proposta prioritária, todos também precisaram do auxílio da cola, e levaram alguns instantes para analisar os itens.

Cerca de 300 quilos de camarão em caixas de papelão são apreendidos na BR-290

- Não sou de política. Voto só para votar, faço meu papel de cidadão. O prefeito que ganhar vai ter que melhorar Santa Maria, seja quem for - disse o pintor Jair Figueira, 39 anos, que foi entrevistado na manhã da última quarta-feira, na Praça Saldanha Marinho.

Ele, assim como outros 20 entrevistados, declarou ter o voto de domingo já definido. Na enquete, apenas quatro - 16% - ainda não haviam decidido em quem votar.

TRAJETÓRIA
Conforme o professor de Ciência Política da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Cleber Ori Cuti Martins, a tendência do eleitor em escolher seus candidatos a partir do que conhece das trajetórias políticas deles costuma ser importante em cidades menores, porque a população convive mais com os políticos.

Pai e filho são agredidos durante roubo a veículo em Santa Maria

- Os dois candidatos (Pozzobom e Cechin) têm trajetórias longas na política, e isso pode ser um fator importante para o eleitor escolher em qual votar - explica Martins.

O professor também comenta que, pelos dois candidatos no segundo turno serem o atual prefeito e vice, pode-se presumir que as diferenças entre os dois não sejam grandes. Assim, aos olhos do eleitor comum, as propostas não se diferenciam tanto, principalmente porque os temas abordados nas campanhas são muito parecidos.

Gustavo Lopes e mais 46 opções para aproveitar a sexta-feira

Além disso, Martins também acredita que a pandemia prejudicou a forma tradicional de realização de campanhas. Desta forma, é difícil saber como o eleitor está se informando.

Isso, aliado ao fato de os candidatos apresentarem propostas similares, explicaria o fato de as pessoas não estarem muito familiarizadas com os assuntos tratados pelos dois prefeituráveis.

O QUIZ DO DIÁRIO SOBRE AS PROPOSTAS DOS CANDIDATOS
O Diário foi às ruas para fazer uma enquete e saber se os eleitores conhecem ou não as principais propostas dos dois candidatos. Os repórteres abordaram 25 pessoas nas ruas e apresentaram um papel com as cinco prioridades apontadas por Cechin e as cinco por Pozzobom, mas no cartão não havia indicação de quais propostas eram de qual candidato. O cartão era assim (abaixo)

  • 1 - Ampliar o Plano de Recuperação da Pavimentação de vias urbanas e rurais e investir em uma usina de asfalto própria
  • 2 - Gestão Plena da Saúde: sair de coadjuvante e ser protagonista da saúde, de uma forma gradativa
    e responsável
  • 3 - Construir mais cinco creches: Monte Bello, Nova Santa Marta, Diácono João Luiz Pozzobon, Medianeira e Residencial Lopes
  • 4 - Cidade Digital: informatização dos sistemas do Poder Executivo (Cidade Inteligente)
  • 5 - Lei de Liberdade Econômica: Desburocratizar os serviços da Prefeitura e agilizar a resposta por parte do Poder Público
  • 6 - Construir cinco Unidades Básicas de Saúde: Perpétuo Socorro, Urlândia, Nova Santa Marta, Km 3 e Campestre do Menino Deus de baixo risco
  • 7 - Projeto Obra Legal: acelerar a emissão de licenças para obras de baixo risco
  • 8 - Projeto SOL: arte, cultura, esporte, lazer e outras atividades para a comunidade no contra turno escolar
  • 9 - Avançar na desburocratização de processos na Administração Municipal e ampliar linhas de microcrédito subsidiado
  • 10 - Implantar turno estendido (à noite) em unidades de saúde: Já há projeto-piloto na Policlínica Central Erasmo Crossetti

Confira abaixo o resultado

  • 14 eleitores não sabiam de quem eram as propostas ou não quiseram opinar
  • 11 acertaram uma ou duas propostas de algum dos candidatos, entre as 10 apresentadas

As respostas corretas (em relação às propostas)

  • As propostas 2, 4, 5, 7 e 8 são de Sérgio Cechin
  • As propostas 1, 3, 6, 9 e 10 são de Jorge Pozzobom

Já definiu o voto?

  • Sim - 21
  • Não - 4

O que leva em conta na hora de escolher em quem votar?

  • Histórico - 19
  • Afinidade com o candidato - 4
  • Propostas - 2

As principais propostas?
Ao serem perguntados sobre qual a principal proposta que o futuro prefeito deve executar, entre as 10 apresentadas, os santa-marienses responderam (veja abaixo):

  • Gestão plena de saúde - 10
  • Novos postos de saúde - 4
  • Novas creches - 3
  • Turno estendido dos postos de saúde - 2
  • Área da Saúde - 2
  • Educação - 1
  • Nenhuma - 1
  • Não soube dizer - 1

    DAS 10 PROPOSTAS, QUAIS O FUTURO PREFEITO DEVE EXECUTAR?

Daiana Raencke da Costa, 35, do lar, Bairro São José

"Mais importante é a construção dos postos de saúde. Hoje tu vais em um posto e demora muito para te atenderem, e ainda tem muita aglomeração. Está faltando pessoal"

Luciele Rodrigues Oliveira, 24 anos, faxineira, Bairro Camobi

"Todas as propostas da saúde. É a área mais importante, que precisa de mais atenção"

Jair Figueira, 39 anos, pintor, Bairro Carolina

"Prioridade tem que ser implantar o turno estendido nas unidades de saúde. Hoje, para ir no posto, tem que levantar às 5h para conseguir uma ficha. A da liberdade econômica também, pois para conseguir uma ajuda da prefeitura hoje é muito difícil, muita burocracia"


Evanir Rodrigues, 50 anos, auxiliar de limpeza, Bairro Patronato

"Mais importante é a gestão plena da saúde. Hoje, quando se marca uma consulta, leva até mais de ano para conseguir um exame. Tem gente que nem consegue fazer. Tinha que ser mais rápido"



Melory Nunes, 31, autônoma, Bairro Camobi

"Creio que sejam as propostas para a educação. Geralmente, os dois têm as mesmas propostas, é até difícil de diferenciar, às vezes"


Soel Cassol, aposentado, 62 anos, Bairro Centro

"Importante são todas, mas a gente sabe que é impossível realizar tudo. Basicamente, a mais importante é a construção das Unidades Básicas de Saúde. Seria algo importante, principalmente para o pessoal com menor poder aquisitivo"



Vanderlei Costa, 71 anos, aposentado, Bairro Centro

"De todas as propostas, acho que a da gestão plena da saúde é a mais importante dessas aqui"


Francine Santos, 30 anos, do lar, Bairro Parque Pinheiro Machado

"Para mim, são duas as mais importantes: a de construir novas creches e da gestão pela da saúde, duas áreas prioritárias para o município"

Adão de Moraes dos Santos, 66 anos, aposentado, Bairro Tancredo Neves

"Estamos precisando de muita coisa, principalmente na área da saúde e da educação. Para mim, são as áreas prioritárias"

Iracema Reffatte, 78 anos, aposentada, Bairro Camobi

"Nem prestei tanta atenção na campanha. Eles prometem mundos e fundos, acabo que nem guardo muito"


Diógenes dos Passos Gamperti, 35 anos, vendedor, Bairro Patronato

"Saúde é prioridade. Para ser atendido, leva cinco horas, tem que encarar fila. O turno estendido também é importante"



Abílio Carneiro Júnior, 46 anos, tecnólogo em processos gerenciais, Nova Santa Marta

"Está precária nossa saúde. A gente vai no posto e fica horas para ser atendido. Saúde é prioridade. A proposta mais importante é da gestão plena"

Andréia Lopes Ramos, 41 anos, profissional de limpeza, Bairro Lorenzi

"Para mim, gestão plena da saúde e a construção de creches. Saúde e educação são prioritários. Saúde a gente precisa, e, hoje em dia, está horrível. E nossa educação também"

João Ronaldo Trindade, 55 anos, taxista, Bairro Perpétuo Socorro

"Acho essencial construir Unidades Básicas de Saúde. Eu moro no Perpétuo Socorro e acho que os bairros, no geral, precisam de melhorias nessa área"

Luis Carlos Santos, 58 anos, taxista, Bairro Centro

"É necessário construir Unidades Básicas de Saúde. Tenho dificuldade para marcar consultas e, por várias vezes, vi faltar material nos PAs"

José Luis Sandin, 65 anos, taxista, Bairro Caturrita

"Qualquer proposta na área da saúde é importante, pois a saúde vem em primeiro lugar"

Luis Antônio Trindade, 54 anos, músico, Bairro Centro

"O que mais está precisando de atenção é a área da saúde, por isso acho que precisa de uma melhor gestão plena da saúde"

Natalício Luis Antonello, 86 anos, aposentado, Bairro Centro

"Saúde é sempre essencial, principalmente nesses tempos de pandemia. Por isso, a proposta mais urgente é a gestão plena de saúde"

Selvino Menezes Silva, 60 anos, autônomo, Bairro Centro

"A gestão plena da saúde é a proposta que acredito ser mais importante, porque a saúde está abandonada"

Iracema Rodrigues, 65 anos, aposentada, Bairro Nova Santa Marta

"Acho que a proposta de construir creches é a melhor, porque, assim, as mães podem trabalhar tranquilas enquanto seus filhos são bem-cuidados"

Enio Carpin Júnior, 64 anos, aposentado, Bairro Campestre do Menino Deus

"As propostas na área da saúde são essenciais. Principalmente para quem precisa de remédios gratuitos, como eu. Muitas vezes a demora é absurda e isso deveria mudar"



Rosalina da Silva, 70 anos, doméstica, Bairro Passo das Tropas

"A proposta  de criar nossas Unidades Básicas de Saúde é o que acho ser mais importante. Meu filho é usuário do SUS e o atendimento precisa ser melhor"


Gabriela Rodrigues, 17 anos, estudante, Bairro Nova Santa Marta

"Gostaria que fosse colocada em prática a proposta de construir novas UBS, principalmente no meu bairro"



Juraci Mignoni, aposentado, Bairro Centro

"Ampliar o plano de recuperação da pavimentação, pois ainda tem muito buraco na cidade"

*não autorizou uso da foto

Vanir Souza dos Santos, 52 anos, comerciária, Bairro Tancredo Neves*

"Nenhum vai fazer. Não gostei de nenhuma proposta. Eles não vão fazer nada disso, não adianta"

*não autorizou uso da foto

*Colaborou Felipe Backes


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190