solidariedade

VÍDEO: Moradora do Bairro Passo D'Areia faz jantares para pessoas carentes

Ana promove ações comunitárias com a ajuda do marido

Gilson Alves
Foto: Foto: Pedro Piegas (Diário)
Ana Paula e o marido Jeferson Jacobi

Foto: Pedro Piegas (Diário)
Ana Paula e o marido Jeferson Jacobi

Ana Paula Martins Pereira, 39 anos, promove ações comunitárias com o auxílio do marido Jeferson Jacobi, 39. Moradora da Avenida Dom Ivo Lorscheiter, próximo à Vila Oliveira, no Bairro Passo D'Areia, ela tem três filhos: Ana Flávia, João Marcos e Heridson. Atualmente, ela é confeiteira, faz doces e salgados para vender. A voluntária já trabalhou também como catadora.

No convívio com pessoas em vulnerabilidade social, Ana Paula buscou uma maneira de ajudá-las. Assim, depois de acompanhar o exemplo do pai, Agostinho de Oliveira, que desenvolve projetos sociais até hoje, ela pratica inúmeras ações beneficentes.

Com participação do marido, Ana Paula organiza há, pelo menos, nove anos, na maioria das vezes, na própria casa, sopões, almoços, jantas e eventos em datas comemorativas, onde reúne não só crianças, mas também vizinhos que passam necessidade. A voluntária também recolhe donativos e os entrega na casa do beneficiado, no local que for preciso.

- Desde pequena, eu via o meu pai repartindo o que ele tinha. Fui crescendo, vendo o que ele fazia e, muitas vezes, eu o ajudava. Tempos depois, já adulta, cheguei a passar necessidade, e, cada vez que alguém me ajudava, eu comentava com Jeferson que o dia que não me faltasse mais comida eu começaria a ajudar as pessoas - conta a voluntária.

Governo Sartori foi marcado por atrasos de salários, conclusão da Faixa Velha, abertura do Regional e reforço na segurança

Quando conseguiram emprego formal e a situação financeira da família melhorou, Ana Paula e Jeferson passaram a desenvolver diferentes práticas solidárias.

- Muitas pessoas no meu bairro precisam de auxílio. Com a graça de Deus, não falta mais nada em nossa mesa. Por isso, usamos parte da nossa renda para socorrer alguns vizinhos e pessoas em geral - afirma Ana Paula.

DATAS COMEMORATIVAS

O voluntariado de Ana Paula não se restringe a apenas comida. Além de sopões, ela realiza jantares em datas comemorativas como Páscoa, Dia das Crianças, Natal e Ano Novo, além de doações de roupas e calçados. Até para conseguir remédios ela é solicitada. No início, os eventos de Ana Paula eram realizados em todos os sábados, mas, devido ao custo, ficaram limitados para dias especiais.

Divulgada programação que marca os seis anos da tragédia da Kiss

Ana Paula não mede esforços para atender pedidos. Por vezes, com o auxílio do que sobra do projeto desenvolvido pelo pai, distribui doces e brinquedos para as crianças. Entusiasmada, a confeiteira compartilha a alegria em exercer solidariedade. 

- Me sinto realizada. Às vezes, choro ao saber que consegui ajudar. Como passei pela mesma situação, me coloco no lugar de quem está recebendo. Meu filho mais novo, Heridson, nos ajuda nas arrecadações e nas doações. Minha vontade é que a solidariedade continue sendo praticada por nossa família através dele - comenta.

Orgulhosa do filho, ela revela que o incentivo para a ceia comunitária no final de 2018 veio de Heridson.

ENGAJAMENTO

A dona de casa Rita de Cassia da Silva Paz é uma das pessoas beneficiadas pelo voluntariado desempenhado por Ana Paula.

Além de ganhar uma ceia de Ano Novo, Rita presenciou diversas iniciativas da amiga.

- Ana Paula trouxe alimentos para a nossa ceia do Ano Novo. E, há tempos atrás, ela conseguiu cadeira de rodas, curativos e medicações para o meu ex-marido. Ana Paula é maravilhosa - afirma Rita.

7 instituições de Santa Maria têm vagas para ingresso no extravestibular

A cuidadora de idosos Mara Medianeira Costa de Carvalho diz que Ana Paula é incansável em ajudar.

- É lindo o amor que ela tem pelas pessoas. Disposta, não descansa enquanto não leva alimentos, agasalhos e medicamentos a quem está em vulnerabilidade - diz Mara.

No final do ano passado, Ana Paula e Jeferson lideraram uma visita até a Câmara de Vereadores para reclamar da falta de água e de luz que ocorreu meses atrás na região. Graças a atitude do casal, o problema foi resolvido.

Ciente de que ajudar é a sua missão, Ana Paula planeja diferentes maneiras de fazer o bem em 2019.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190