ressocialização

VÍDEO: Livres para Jogar faz do esporte uma ferramenta para dar assistência a apenados e familiares

Projeto é uma iniciativa da Igreja Universal de Santa Maria e está em expansão para outros municípios

Fotos: Pedro Piegas (Diário)

O projeto Livres Para Jogar, da Igreja Universal, é uma iniciativa que busca promover oficinas e incentivar campeonatos de futebol, que envolvem a participação de familiares de apenados. Nesta terça-feira, em função da chuva, o jogo que ocorreria no campo do Avaí Futebol Clube, no Bairro Camobi, precisou ser transferido para o Ginásio do Pains Sports, também em Camobi.


Participaram da competição amistosa seis equipes compostas por adolescentes e adultos, com familiares apenados. As partidas e outras atividades, como encaminhamento para empregos e auxílio no pedido de documentos como RG e CPF, fazem parte do processo de reinserção na sociedade.

De acordo com o pastor da Igreja Universal Venino Aragão, 56 anos, a campanha ocorreu simultaneamente nas cidades de São Gabriel e Cacequi. Posteriormente, Cruz Alta e Júlio de Castilhos também receberão eventos do mesmo tipo.

Carlos Eduardo Padilha da Silva, 40 anos, está em condicional e esteve com o filho Carlos Ryan Rodrigues da Silva, 20 anos, que tem o sonho de se tornar um jogador profissional de futebol.

- Esse trabalho ajuda a levar uma palavra de fé às pessoas. Esses jovens estão tendo oportunidades que eu não tive no passado - comenta Silva.

VÍDEO: Extinção do Fogo Simbólico encerra a Semana da Pátria em Santa Maria

Para Carlos Ryan, o futebol pode ser um caminho de crescimento pessoal:

- No projeto, nós vamos subindo e nos qualificando. Muitos de nós pensam em desistir em uma certa idade, porque não começamos cedo no esporte, mas a gente volta a seguir sonhando - diz o jovem.

Segundo o pastor da Universal nos Presídios (UNP), Charles Aguiar, 38 anos, o projeto também atende à população em geral, por ter o intuito de tirar jovens que estão em situação que no futuro pode levá-los a uma casa prisional.

- Às vezes, o único escape desses jovens é seguir o mesmo caminho que pais e irmãos seguiram. A sociedade fecha as portas para a grande maioria. O Livres para Jogar tem esse intuito de ajudar os privados de liberdade e, aqui fora, dar assistência às famílias - explica Aguiar.

Por caso de Covid-19, São Gabriel tem jogo adiado na Divisão de Acesso

Conforme o vereador Alexandre Vargas (Republicanos), o envolvimento com o esporte e a igreja vai contribuir para que estas pessoas saiam da criminalidade.

EXPANSÃO
O Livres para Jogar é um projeto que dá continuidade à proposta UNP, que existe há cerca de 30 anos em todo país e tem ações voltadas ao público privado de liberdade.

Além de Santa Maria, a Igreja Universal pretende dar continuidade ao trabalho em outros seis municípios da região em que há casas prisionais.

*Colaborou Gabriel Marques


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190