feriadão de finados

VÍDEO+FOTOS: cemitérios reabrem depois de sete meses em Santa Maria

Santa-marienses levaram flores e limparam túmulos de amigos e familiares

18.398
Foto: Renan Mattos (Diário)


Foto: Renan Mattos (Diário)

Depois de sete meses, os cemitérios de Santa Maria reabriram para visitação durante o feriadão de Finados. No Cemitério Ecumênico, o maior da cidade, o movimento foi intenso durante toda a manhã de sábado, com moradores limpando os jazigos, levando flores e acendendo velas.


A Guarda Municipal controla a entrada de pessoas e há álcool gel disponível no local. O pedido também é que seja respeitado o distanciamento entre os visitantes. O uso de máscaras é obrigatório.

Muito religiosa, a aposentada Ebraina Assis, 81 anos (foto ao lado), aproveitou a manhã para fazer a limpeza no jazigo da família. Ela diz que ainda vai visitar outros dois cemitérios durante o feriadão, onde estão sepultados sua mãe e seus irmãos.

- Todo ano eu faço questão de ir aos cemitérios. É um momento de respeito e uma forma de manter viva a memória deles - destaca.

Dia de Finados terá comércio fechado e mercados abertos em Santa Maria

O que surpreendeu Ebraina e outras pessoas que foram até o Ecumênico foram os casos de depredação no local. Muitos visitantes reclamaram de vandalismo em túmulos, com o sumiço de letreiros, argolas, fotos e outros objetos.

- Eu costumava vir ao cemitério várias vezes por ano, mas, por causa da pandemia, fiquei meses sem poder vir. Agora, tomei um susto com o que vi. Muitos objetos foram levados daqui. É uma completa falta de respeito. Espero que tomem alguma providência - relata a aposentada Líria dos Santos, 72 anos, que fez a limpeza dos túmulos de familiares e dos ex-patrões.

Ao longo dos últimos anos, o Diário já havia noticiado também outros casos de vandalismo no Cemitério Ecumênico.

Os cemitérios seguem abertos em Santa Maria no domingo e no feriado de Dia de Finados, na segunda-feira, das 7h às 18h. O horário das 7h até meio-dia é destinado, preferencialmente, aos grupos de risco. 

O QUE DIZ A PREFEITURA
Por meio de nota, a prefeitura de Santa Maria explica que, em função da pandemia, os cemitérios públicos ficaram fechados desde março. Durante este período, a prefeitura afirma que seguiu tomando medidas para evitar o acesso de vândalos ao Cemitério Ecumênico, o que, segundo a prefeitura, é algo constante, mesmo antes da pandemia. 

Ainda de acordo com o Executivo, na parte dos fundos do Ecumênico, em área que dá acesso à Rua Samuel Kruschim, foi construído um muro a fim de evitar a entrada de estranhos no espaço. A iluminação e a vigilância também foram reforçadas, com a instalação de câmeras e guardas municipais fixos, nos três turnos, bem como a manutenção dos mais de cinco hectares por meio de corte de grama e de limpeza. A prefeitura também informou que foram feitos registros de ocorrências policiais durante o período de fechamento, com prisões em flagrante de vândalos.

Por fim, para as pessoas que identificarem avarias nos túmulos, a prefeitura informa que deve ser preenchido um formulário com a descrição do dano. O documento deve ser entregue  a algum servidor, no Ecumênico, ou na sede da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos. Os casos serão avaliados e encaminhados aos setores responsáveis ou mesmo à polícia. 

*Colaborou Janaína Wille

Imagens


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190