semana santa

VÍDEO: Feira do Peixe começa nesta segunda-feira em 11 locais de Santa Maria

Piscicultores se preparam para a semana de maior venda do ano

18.357
Foto: Foto: Anselmo Cunha (Especial)


Foto: Anselmo Cunha (Especial)

O costume de não comer carne vermelha na Sexta-Feira Santa surgiu no século XV, mas segue mantido até hoje e provoca um aumento de até 90% na venda de peixes nessa época do ano. Para isso, piscicultores de Santa Maria já se organizam para a semana de vendas intensas. Pelo segundo ano consecutivo, a tradicional Feira do Peixe Vivo, organizada pela prefeitura, vai ocorrer em 11 pontos da cidade. Assim, os comerciantes chegam mais perto dos consumidores e garantem, mesmo diante das limitações impostas pela pandemia, peixes de qualidade, produzidos localmente.


Sérgio Dal Piva (foto ao lado), 66 anos, é proprietário da Piscicultura Bela Vista, no Distrito de Arroio Grande. Há 26 anos no ramo, ele já chegou a vender 10 toneladas de pescado durante a Semana Santa antes da pandemia. Em 2020, foram apenas três toneladas comercializadas. Neste ano, ele espera repetir as cerca de três toneladas.

- A pandemia está nos afetando, porque sabemos que as pessoas não vão se reunir muito. Não vai ter aquela confraternização de almoço de família, com mesa cheia. Acredito que vai ser um comércio bem calmo - afirma o produtor, que também é presidente da Associação de Piscicultores de Santa Maria.

VÍDEO: estimativa da Emater indica safra de soja recorde em 2021

Dal Piva tem, no total, 53 tanques para peixes, sendo que 39 estão cheios. Neste ano, diferente de 2020, não houve prejuízos com a estiagem, que havia obrigado o piscicultor a diminuir a criação. Mas, o preço alto pago aos insumos preocupa.

- Para quem trabalha com peixe, os custos aumentaram bastante. A ração subiu muito de preço. Isso é complicado, porque o preço da venda não pode aumentar muito, porque se não o consumidor não leva. Trabalhamos com uma margem de lucro pequena. Esperamos reverter essa situação - destaca. 

Ele alimenta os peixes com ração. De um ano para cá, o preço do saco de 25kg subiu de R$ 38 para R$ 70, praticamente dobrou. Além disso, tem quatro funcionários na propriedade. Durante a Semana Santa, eles tiram o peixe vivo todo dia às 6h30min, carregam os animais em um caminhão especial, com oxigenação para os peixes, e levam para o ponto de venda, no Bairro Camobi, em frente à Caixa Econômica Federal.


Foto: Anselmo Cunha (Especial)
Cristiano Alves trabalha na propriedade de Dal Piva

A FEIRA DO PEIXE
A Feira do Peixe Vivo 2021 ocorrerá a partir desta segunda-feira até a Sexta-Feira Santa. De segunda a quinta-feira, os estandes funcionarão das 8h às 20h, e, na sexta-feira, das 8h às 12h. Serão comercializados peixes de oito espécies diferentes com preços que variam de R$ 11,90 a R$ 18,80 o quilo. 

Assim como em 2020, além de contemplar um tradicional costume de grande parte da população, a Feira do Peixe Vivo se configura em uma ferramenta de incentivo à economia.

- Temos dezenas de produtores rurais que têm, na piscicultura, uma fonte alternativa de receita. E, neste ano, a prefeitura faz mais uma esforço para manter a feira, em pontos isolados, respeitando os decretos estadual e municipal em vigor. Assim, os cidadãos de Santa Maria terão acesso a um alimento de alta qualidade, com preços que cabem no bolso - explica o secretário da pasta, Rodrigo Menna Barreto.

Na edição de 2020, foram comercializadas 120 toneladas de peixe, e a expectativa é de que os números de 2021 sejam ainda maiores, segundo o secretário.

FEIRA DO PEIXE VIVO 2021

Datas e horários: de 29 de março a 1º de abril, das 8h às 20h, e em 2 de abril, das 8h às 12h

Pontos de comercialização

  • Rua Radialista Oswaldo Nobre, 538, em frente ao Mercado Brutti
  • Distrito Industrial, na estrada para a antiga Fundae, na Piscicultura Rodrigues
  • Faixa de São Pedro, ao lado do Posto Santa Lúcia
  • Avenida Paulo Lauda, no Centro Comunitário do Bairro Tancredo Neves
  • Avenida Walter Jobim, junto à Aurora Máquinas
  • Avenida Borges de Medeiros, próximo à ponte do Cadena, em frente à loja da Oi
  • Bairro Camobi, em frente à Caixa Econômica Federal
  • Vila Santos, na Rua Eugênio Mussoi, anexo à Lancheria Sodré
  • BR-158, na Fruteira Feltrin, ao lado da ponte do Passo do Raimundo
  • BR-158, 5 Km após o Bairro Tancredo Neves
  • Estrada do Imigrante, após o trevo de acesso a Silveira Martins (Km 4)

Preços tabelados para a Feira do Peixe Vivo (Kg)

  • Carpa capim - R$ 17,20
  • Carpa húngara - R$ 14,10
  • Carpa prateada - R$ 14,10
  • Carpa cabeça grande - R$ 11,90
  • Pacú - R$ 18,80
  • Jundiá - R$ 18,80
  • Tilápia - R$ 16,00
  • Traíra - R$ 18,80


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190