santa maria

VÍDEO: família busca doações para pagar cirurgia de visão em bebê de 3 meses

Marisa Forgiarini Trindade foi diagnosticada com glaucoma congênito, doença que, se não tratada, pode levar à cegueira

18.398
Foto: Foto: arquivo pessoal
Marisa Forgiarini Trindade foi diagnosticada com glaucoma congênito

Foto: arquivo pessoal
Marisa Forgiarini Trindade foi diagnosticada com glaucoma congênito

A vida da pequena Marisa Forgiarini Trindade, de três meses, tem sensibilizado a comunidade de Santa Maria pelas redes sociais. Na semana passada, ela foi diagnosticada com glaucoma congênito nos dois olhos, doença que, se não for tratada, pode levá-la a perder a visão.


A bebê é filha da autônoma Juliani Forgiarini Trindade, 29 anos, e Paulo Roberto Machado Trindade, 30. Desde então, eles iniciaram a luta para conseguir o valor necessário para custear a cirurgia, que tem custo estimado de R$ 20 mil. De acordo com a mãe, Santa Maria não oferece a estrutura necessária para o procedimento ser realizado na cidade. Desta forma, Porto Alegre é a alternativa mais próxima.

- Percebemos que ela tinha o olho direito com uma mancha branca, um pouco mais opaco. Procuramos um oftalmologista em Santa Maria e, rapidamente, ele constatou que poderia ser glaucoma congênito - explica Juliani.

Excesso de trabalho provoca afastamento de professores da rede pública

Depois da primeira consulta, os pais levaram a filha até o Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), onde Marisa nasceu, e a doença foi confirmada. O encaminhamento pela Secretaria Municipal de Saúde, com a solicitação de atendimento na Capital chegou a ser feito, porém, devido a pandemia, a demora para pacientes de fora de Porto Alegre serem chamados é maior. Marisa precisa da cirurgia o quanto antes.

- Diante da dificuldade em ser chamada pelo sistema público, fui até Porto Alegre por conta própria para consulta particular e, lá, o médico me informou sobre a necessidade de fazer a cirurgia o mais rápido possível para a doença não avançar e ela não perder a visão. Essa cirurgia será feita nos dois olhos - complementa a mãe.

Por enquanto, Marisa está em casa. Ela utiliza colírio para aliviar a pressão ocular e não pode permanecer em ambientes com claridade. 

As doações online já chegaram a marca de R$ 7 mil. Moradora do Bairro Camobi, a família também recebe doações via conta bancária. Veja, abaixo, como ajudar na causa.

COMO AJUDAR

  • Pelo site vakinha.com.br, pesquisando por "Cirurgia URGENTE BeBê Marisa"
  • Por conta bancária:
  • Caixa Econômica Federal
  • Agência 0501
  • Conta corrente 00050586-4
  • Titular: Paulo Roberto Machado Trindade (CPF: 022.022.790-08)

O QUE É O GLAUCOMA CONGÊNITO

De acordo com o site da Novartis, empresa farmacêutica suíça, a doença é geralmente diagnosticada no primeiro ano de vida dos bebês. É uma condição rara de saúde que pode ser causada pelo desenvolvimento incorreto do sistema de drenagem do olho antes do nascimento.

*Colaborou Rafael Favero


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190