travessia urbana

VÍDEO: descaso com a passarela da Urlândia preocupa moradores da região

Mato alto e pouca iluminação à noite são as principais reclamações dos pedestres

Foto: Pedro Piegas (Diário)
À noite, a falta de iluminação torna a região perigosa para motoristas e pedestres


A passarela às margens da BR - 287, no Bairro Urlândia, foi planejada para trazer segurança para quem precisa atravessar a via. Mas, na prática, poucas pessoas têm utilizado a estrutura. Antes mesmo de chegar ao local, já é possível perceber a vegetação alta que cerca os acessos. A passarela, também, apresenta sinais de ferrugem e, em alguns pontos, as grades de proteção estão corroídas e quebradas, o que forma um buraco que pode levar a uma queda de mais de 5 metros de altura. Já à noite, a falta de iluminação torna a região perigosa para motoristas e pedestres.

Prazos de serviço de trânsito são prorrogados por causa da pandemia

Fabiano Corrêa, 43 anos, é proprietário de uma borracharia ao lado da passarela. Segundo ele, algumas pessoas aproveitam a baixa luminosidade do local para se esconder ou usar drogas:

- As árvores quase fecham a passagem. Os próprios moradores da região se reúnem para fazer o corte do mato nessas áreas.

De acordo com o empresário Arnildo Alvarenga, 55 anos, morador do bairro, a população não dá valor ao lugar. Ele já viu vários sofás jogados ao lado da passarela, além de outros descartes.

- A maioria dos pedestres evita a passarela e se arrisca ao atravessar a faixa. A polícia deveria fiscalizar o trânsito naquela área, onde motoristas cortam a frente uns dos outros, fazem retorno no lugar errado e, por vezes, entram na contramão - conclui.


RECUPERAÇÃO
Conforme informações do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), não é possível fazer a limpeza do local agora porque o governo não liberou verbas para manutenção. No entanto, o projeto de duplicação da Travessia Urbana prevê a recuperação total da passarela da Urlândia.

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

A expectativa, segundo o departamento, seria concluir a obra até o final de 2021, mas, com atraso no repasse de verbas, a duplicação pode ser concluída somente em 2022. Até lá, a passarela deve ser recuperada.

*Colaborou Gabriel Marques


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190