chuvarada

VÍDEO: Defesa Civil fará a compra de mil telhas para distribuir às famílias afetadas pelo temporal

Prefeitura e moradores contabilizam estragos causados pelo temporal. Mais de 70 casas foram danificadas

18.357
Foto: Foto: Pedro Piegas (Diário)


Foto: Pedro Piegas (Diário)
O telhado da casa de Marcos foi arrancado com o vento

Morador do Bairro Tancredo Neves há 28 anos, o aposentado Marcos Trevisan, 59 anos, nunca vivenciou um temporal como o desta semana. A força do vento arrancou todo o telhado da casa dele. As telhas, destroçadas, ficaram espalhadas no entorno e muitos móveis foram perdidos.

- Quando saímos para ver, logo depois do vento, já não tinha mais cobertura na casa. E logo já inundou tudo. O que tinha para molhar dentro da casa, molhou. Estamos lavando as roupas, tentando secar e ver o que dá para salvar - conta o aposentado, que está se abrigando na casa de uma filha.

Municípios da Região Central registram mais de 100 mm de chuva em 48h

Para ajudar o Marcos e outros moradores do bairro, a Defesa Civil percorreu a Região Oeste na manhã desta quinta-feira para distribuir lonas, cestas básicas e mapear os danos. A região foi a mais afetada da cidade. Das mais de 70 residências destelhadas em Santa Maria, a Defesa Civil estima que cerca de 50 fiquem na Tancredo Neves. A prefeitura já realizou a compra emergencial de mil telhas que serão distribuídas às famílias atingidas.

- Como é uma compra emergencial, a expectativa é que o material já chegue na próxima semana para ser entregue. Foram muitas casas danificadas. Estamos prestando apoio e verificando quais as necessidades - explica o coordenador da Defesa Civil, José Amaral. 

 Nesta manhã, cerca de 16 mil pessoas em todo o Estado ainda estavam sem energia elétrica, a maioria da região central. A Rio Grande Energia (RGE) realizou a recolocação de postes danificados durante a manhã desta quinta-feira na Tancredo Neves e segue trabalhando para normalizar totalmente o serviço.


Foto: Pedro Piegas (Diário)

SOLIDARIEDADE
Além da ajuda da Defesa Civil, os próprios moradores estão contribuindo com doações. O aposentado Vanderlei de Moraes Lima, 68 anos, teve o telhado destruído e já conseguiu recolocar com a ajuda de amigos, vizinhos e da Associação Comunitária Tancredo Neves. 

- As pessoas estão sendo solidárias neste momento. Todo mundo se ajudando. O temporal foi muito assustador. Quando ouvimos o barulho, parecia que toda a casa iria desabar - relata.

O servidor público Adelar da Silva Reis, 58 anos, também se assustou com o temporal. Nesta quinta, ele recebeu uma lona para colocar na parte do telhado que foi arrancada: 

- Esse foi o temporal mais horrível que teve na história da Tancredo Neves. Eu moro aqui há 36 anos, nunca vi nada assim. Perdi muitos móveis, eletrodomésticos. Toda a vizinhança foi afetada, teve o telhado atingido.

CONTATO
As famílias que foram atingidas e tiveram problemas com a chuva, podem fazer solicitações de lonas, telhas e ajuda com a Defesa Civil:

  • (55) 3222-5192
  • (55) 99110-7940 (WhatsApp)


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190