vacinação

VÍDEO: amigas de mais de 40 anos tomam juntas a vacina

Na ação para 61 anos ou mais, 3.147 idosos compareceram aos locais da campanha

18.409

Fotos: Pedro Piegas (Diário)

Heloisa Venturini e Liane Xavier (foto acima) se conheceram quando tinham mais ou menos 21 anos de idade. O cenário era com o clima e as cores do início dos anos 1980. Uma amizade que iniciou na Escola Maria Rocha, regada com muita parceria e companheirismo, teve mais uma etapa marcante na manhã desta terça-feira. Elas foram juntas até o Clube Recreativo Dores para receber a vacina contra o coronavírus. No total, 3.147 idosos de 61 anos ou mais receberam o que as duas amigas chamaram de uma primeira dose de esperança.


Idosos com 61 anos ou mais são vacinados contra a Covid-19 na manhã desta terça

Para esse grupo específico, haviam 5.050 doses disponíveis distribuídas em nove pontos de Santa Maria. De forma geral, a movimentação foi tranquila, inclusive nos maiores pontos de vacinação - o Shopping Praça Nova e o Clube Recreativo Dores, que dispunham de 950 vacinas cada um. Nem mesmo o drive-thru na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) causou transtornos no trânsito das Faixas Velha e Nova de Camobi. Em números oficiais divulgados pela superintendência de comunicação da prefeitura após o término da vacinação, sobraram 1.903 doses. As doses aspiradas, ou seja, em que o líquido já estava na seringa, e que não foram usadas por falta de pessoas nas ações são destinadas para acamados cadastrados ou para voluntários que atuam nas ações. Os demais frascos são armazenados pela prefeitura para ações futuras.

PRAÇA NOVA

A vacinação em drive-thru no Shopping Praça Nova iniciou minutos antes das 8h, e já haviam 400 fichas distribuídas. Com um fluxo de carros tranquilo, as doses levavam, em média, três minutos para serem aplicadas. Dentro do carro, apesar do friozinho da manhã, o clima era de alegria e música no rádio de Elodalva Carvalho, 61 anos, que levou a neta Taliane, de 15 anos, para registrar o momento da aplicação da dose.

- Dá um pouco de alívio na gente. Agora vou esperar a segunda dose, para ficar mais tranquila ainda. É um marco na história, e fiz questão de trazer minha neta. É bom que ela possa acompanhar, registrar e esperar a vez dela - vibrou a funcionária pública aposentada.

Rio Grande do Sul deve ficar em bandeira vermelha a partir desta terça-feira

Também em clima de alegria, com uma pitada de emoção, Terezinha Pozzobon, 61 anos, aguardava, desde as 5h, pela primeira dose da vacina, que, para ela, significa muito mais que uma segurança contra a doença:

- Eu já tive Covid, foi uma experiência que não gostaria que outros passassem. É bem difícil. Aconselho todo mundo a tomar a vacina, pois é um meio de salvar vidas.

CLUBE DORES


No Clube Recreativo Dores, a vacinação foi tranquila. Diferentemente da fila de carros do shopping, antes do início da vacinação havia apenas 15 pessoas esperando. Com tudo organizado com antecedência, a aplicação das doses se iniciou às 7h45min. Aos poucos, os idosos foram chegando e sentando nas cadeiras dispostas no ginásio do clube para esperar a vez de receber a carteirinha de vacinação. Quase como um cantador de números do bingo, um funcionário da prefeitura chamava os números das fichas e letras das fileiras. A aposentada Sirlei Kroth (foto acima), de 61 anos, estava no primeiro grupo de vacinados da manhã. Ela chegou ao local às 8h e saiu satisfeita com o atendimento e com a vacinação:

- É muito importante tomar a vacina. Eu estava muito ansiosa para chegar a minha vez. Agora, é só esperar a segunda aplicação e ter um pouco mais de tranquilidade. É muito importante que as pessoas se vacinem para abrandar a pandemia.

Com unanimidade, TJ mantém liminar que suspende aulas presenciais no RS

No salão que recebia os "vacinantes", o ânimo dos técnicos, enfermeiros e organizadores era sempre movido pela alegria dos idosos, que ora ansiosos, ora nervosos, traziam no rosto o sorriso com ares de agradecimento. Em meio a esse clima, Heloisa e Liane (fotos acima) chamaram a atenção pela alegria, por estarem juntas registrando o momento da vacinação uma da outra.

- Estou faceira e esperançosa, porque isso que está acontecendo no mundo é muito triste e, com a vacina, logo vai passar - afirmou Liane.

Um pouco mais encabulada que a amiga, Heloisa guardava, entre a máscara de proteção e os olhos, uma também tímida lágrima.
- Estou muito emocionada em tomar a vacina e gostaria muito que todos viessem se vacinar no seu dia - aconselhou a funcionária pública.

Antes de ir embora, a dupla não deixou de registrar o momento em foto. Uma ao lado da outra, como há 40 anos, sorrindo com os olhos, mostrando a carteirinha de vacinação, que, para elas, significa esperança e simboliza um futuro mais feliz para a humanidade em breve.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190