#portodosnós

VÍDEO: 'A CDL é a base de apoio na defesa dos lojistas', fala presidente

Com 1,2 mil associados, associação oferece uma gama de serviços para as empresas de Santa Maria

18.398
Foto: Foto: Pedro Piegas (Diário)
À frente da Câmara de Dirigentes Lojistas, a empresária Marli Rigo diz que a entidade tem sido fundamental neste momento de pandemia

Foto: Pedro Piegas (Diário)

À frente da Câmara de Dirigentes Lojistas, a empresária Marli Rigo diz que a entidade tem sido fundamental neste momento de pandemia

"A CDL se humanizou muito mais". É assim que a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Santa Maria, Marli Ligo, descreve a atuação da entidade durante a pandemia do novo coronavírus. Em meio a decretos e notícias sobre o funcionamento do comércio, a associação se estabeleceu como um elo de comunicação entre os empresários, o poder público e a imprensa.


O que você faz #portodosnós?

Antes de as infecções da Covid-19 começarem, em março deste ano, o comércio varejista empregava cerca de 15 mil pessoas, conforme dados do próprio CDL. Agora, o setor busca se reinventar e procura alternativas para aumentar as vendas. É nesta articulação que a entidade, que conta com 1,2 mil associados, atua de forma decisiva.

- Nós temos um papel muito importante na comunicação e, até mesmo, na estabilidade emocional dos empresários. Procuramos traduzir as informações que recebemos da imprensa e dos governos municipal, estadual e federal, sempre com o esclarecimento do nosso departamento jurídico. Nos primeiros decretos, por exemplo, nos deparamos com associados que faziam parte dos serviços essenciais e estavam fechados por não entenderem os decretos - diz Marli Rigo.

BENEFÍCIOS
Há quase 56 anos, a CDL presta um trabalho de amparo aos lojistas, não só em períodos de crise, mas como um pilar de sustentação para as ações empresariais. Como uma prestadora de serviços, a associação oferece convênio de saúde, tanto para a família do empresário quanto para os funcionários, acesso ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SPCP), cobrança de inadimplentes das lojas, entre outros benefícios.

A inovação mais recente que está à disposição dos associados é o Banriponto, um banco que funciona com horário ampliado. No local, junto à sede da CDL, na Rua Astrogildo de Azevedo, o empresário pode fazer, entre outras operações, saques, depósitos e pagamento de boletos de até R$ 10 mil. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e, aos sábados, das 8h ao meio-dia.

LEIA TAMBÉM
VÍDEO: empreendedora do Bairro Centro aumenta venda de bolos caseiros durante pandemia
VÍDEO: mesmo com a crise, restaurante mantém funcionários e busca alternativas

De acordo com Marli Rigo, os serviços oferecidos se tornam mais baratos para o lojista, pois são associativos, ou seja, utilizados por um grupo de CNPJs, o que diminui o custo. A CDL é, na prática, um guarda-chuva do empreendedorismo.

- Nós defendemos os associados em todas as causas. As nossas campanhas não são endógenas, elas buscam servir ao comércio. No Liquida Santa Maria, distribuímos material de divulgação gratuitamente, às vezes, até para quem não é associado - conta a presidente.

A entidade emprega, de forma direta, 20 funcionários, na área de Recursos Humanos (RH) e Núcleo de Capacitação, por exemplo, que proporciona cursos de capacitação em setores como venda e tecnologia.

A câmara lojista tem, também, 40 sócios patrimoniais, que participam das votações em assembleia e diretoria. A direção, inclusive, é exercida de forma voluntária por todos os integrantes.

GESTÃO INÉDITA E MUITO TRABALHO
Empresária do ramo da moda há 31 anos, proprietária da loja La Marli, na Rua José Bonifácio, Marli Rigo assumiu a presidência da CDL em 2016, após a saída de Ewerton Falk, e está na sua segunda gestão, que termina em 2021. Assim, ela irá completar cinco anos à frente da associação, feito inédito até então.

- Na minha gestão, conseguimos concluir o prédio de três andares, ao lado da sede da CDL, e precisamos decidir como usufruí-lo da melhor forma. Me sinto plenamente realizada em poder comandar a entidade - diz.

Ela lembra que, há três décadas, ser um associado da CDL era um sonho não tão fácil de ser alcançado. Com o tempo, a situação mudou, e a direção está focada em fidelizar outras empresas.

- Eu nunca trabalhei tanto como agora, na pandemia. Além de lidar com o nosso problema pessoal, na nossa empresa, temos que acolher a todos que procuram a gente. A CDL tem de ser reconhecida como uma ferramenta a mais de aprendizagem para os lojistas - finaliza.

#portodosnós
A campanha é uma iniciativa do Diário em parceria com a prefeitura de Santa Maria e conta com apoio de: AHturr , Ajesm, Apusm, Associação Rural de Santa Maria, ATU, Cacism, CDL, Espaço Contábil, OAB, Secovi, Secsm, SHRBS, Sindigêneros, Sindilojas, Sinduscon, Simprosm



fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190