educação

VÍDEO: 10 escolas estaduais de Santa Maria retornaram às aulas nesta quarta

Greve do magistério durou 57 dias

Agnes Barriles
A professora Rita de Cassia iniciou a aula com uma revisão de conteúdo
Foto: Foto: Pedro Piegas (Diário de Santa Maria)

Foto: Pedro Piegas (Diário)

Em clima de descontração, saudade e vontade de aprender, após 57 dias de greve do magistério estadual, 10 escolas estaduais (veja abaixo) retornaram as aulas nesta quarta-feira, dando continuidade no ano letivo de 2019.   

Conforme Ana Paula Pastório, vice-diretora do turno da noite na Escola Estadual Coronel Pilar,  o calendário de recuperação das aulas vai de acordo com cada instituição, já que algumas estavam parcialmente paradas e outras aderiram totalmente à greve. O período em que as atividades serão recuperadas está sendo definido junto a 8ª Coordenadoria Regional de Educação.


O que é permitido pedir na lista de material escolar

O objetivo da Secretaria de Educação é garantir aos estudantes o direito de, no mínimo, 200 dias letivos e assegurar a carga horária de 800 horas para o Ensino Fundamental e 1.000 horas para o Ensino Médio. Depois, as escolas terão 30 dias de férias e, então, é iniciado o ano letivo de 2020.

A ideia neste período inicial é revisar o conteúdo, de acordo com Rita De Cassia Batista Obetine, professora de história na escola.

- O plano é fazer uma revisão para colocar as ideias de volta no lugar, porque foi um período grande sem aulas. Mas a maioria dos professores aqui já estavam entrando em semana de provão, então agora vamos fazer uma revisão do conteúdo e em seguida aplicar as avaliações pra encerrar o ano letivo. 

A estudante da 7ª série, Luiza Fernandes Barcelos, manifestou apoio a greve dos professores e a expectativa de volta às aulas.

- Eu apoio a greve, até porque tenho professores na minha família e eles estão com os salários atrasados. Espero que o estado consiga se estabilizar financeiramente porque é muito triste ver essa situação. Nós estávamos ansiosos para a volta e esperamos recuperar o quanto antes os conteúdos para terminar o ano letivo. 

Aluno de Arquivologia é o primeiro com deficiência intelectual a defender TCC na UFSM

Uma reunião na tarde desta quarta-feira, entre professores e a diretoria analisou a situação da greve na escola e encaminhou para a 8ª CRE uma proposta de recuperação do período letivo. Conforme Ana Paula, a proposta é que as aulas referentes a 2019 encerrem no final de janeiro, mas a data exata será informada pela 8ª CRE.

AS AULAS DEPOIS DA GREVE

Já reiniciaram as atividades

  • Padre Caetano
  • Rômulo Zanchi
  • Manoel Ribas
  • Margarida Lopes
  • Edson Figueiredo
  • Marieta D'Ambrósio
  • Coronel Pilar
  • Érico Veríssimo
  • Cícero Barreto
  • Boca do Monte
  • Olavo Bilac
  • Cilon Rosa
  • Augusto Ruschi 

Aulas recomeçam quinta

  • Edna May Cardoso
  • Tancredo Neves
  • Irmão José Otão
  • João Belém
  • Maria Rocha
  • Paulo Lauda 

Já finalizaram o ano letivo 

  • Almiro Beltrame
  • Marechal Castelo Branco
  • Luiz Guilherme do Prado Veppo
  • Princesa Isabel
  • Paulo Freire
  • Arroio Grande
  • Antônio Xavier da Rocha 

* As escolas João Link Sobrinho, Marechal Rondon, Naura Teixeira Pinheiro, Celina de Moraes, Santa Marta, Walter Jobim, Dom Antônio Reis, Reinaldo Coser e Gomes Carneiro não atenderam às ligações feitas pelo Diário na tarde de hoje


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190