contatos Assine
BR-290

Seis anos após acidente, carona de motocicleta vai receber indenização de R$ 150 mil

22 Março 2019 18:48:00

Moto colidiu na traseira de um blindado que trafegava entre São Gabriel e Rosário do Sul

da redação

O passageiro de uma motocicleta envolvida em um acidente, ocorrido em 2013, na BR-290, em Rosário do Sul, terá de ser indenizado pela União. Conforme a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o valor da indenização é de R$ 150.878,12, segundo a decisão judicial deste mês.

O acidente aconteceu às 20h50min do dia 16 de outubro de 2013 entre Rosário do Sul e São Gabriel. Na ocasião, a motocicleta colidiu na traseira de um veículo blindado do Exército. Os veículos viajavam no sentido Rosário - São Gabriel. O passageiro da motocicleta, que tinha 23 anos na época, sofreu lesões graves no rosto, pescoço e peito e até hoje, quase seis anos após o acidente, continua fazendo tratamento ortodôntico.

Polícia apreende carros, arma e droga durante operação de combate ao tráfico

A vítima, que trabalhava como auxiliar administrativo em Rosário do Sul, não tinha plano de saúde e teve que pagar os procedimentos e tratamentos de saúde. Foi por causa disso que ele ingressou com ação, na Justiça Federal, pedindo R$ 280 mil de indenização. Em primeira instância, ele ganhou direito de receber a indenização no valor de R$ 230.878,12 mil (sendo R$ 90 mil por danos morais, R$ 60.878,12 por danos materiais e R$ 80 mil por danos estéticos). 

Após recurso das duas partes no processo, neste mês, a 3ª Turma do TRF4 manteve a indenização, porém reduziu o valor. Conforme a decisão, a União terá de pagar R$ 150 mil ao carona da motocicleta (R$ 50 mil por danos morais, R$ 40 mil por danos estéticos e R$ 60.878,12 por danos materiais). 

De acordo com a relatora do processo, a desembargadora Vânia Hack de Almeida, o valor foi reduzido porque não houve mortes no acidente e o valor definido em primeira instância foi considerado excessivo. A indenização deve ser paga pela União porque, conforme decisão em primeiro e segundo graus, as sinaleiras do veículo blindado não funcionavam e não havia rebatedores acompanhando o veículo. Além disso, o blindado estava viajando a 40 km/h, velocidade abaixo do permitido na rodovia. Na época, no boletim de ocorrência, policiais rodoviários chegaram a relatar que receberam ligações de outros usuários da rodovia relatando que o blindado não tinha sinalização e nem batedor. 

fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190