pandemia em alta

Rosário do Sul tem ruas vazias em primeiro dia de lockdown

Até a manhã de segunda-feira, apenas serviços essenciais podem funcionar no município e a circulação de pessoas está restrita

18.398
Foto: Foto: Larissa Hummel (Gazeta de Rosário)
Rua Marechal Floriano Peixoto em Rosário do Sul na manhã de sexta-feira


Foto: Larissa Hummel (Gazeta de Rosário)
Rua Marechal Floriano Peixoto em Rosário do Sul na manhã de sexta-feira

Em lockdown, a cidade de Rosário do Sul ficou com as ruas vazias nesta sexta-feira. Este é o primeiro dia do fechamento total do comércio e das restrições de circulação, na tentativa da prefeitura de conter o avanço do coronavírus no município de 40,7 mil habitantes. O lockdown iniciou às 20h de quinta-feira e se estende até as 6h de segunda-feira. Neste período, só podem abrir serviços considerados essenciais (veja abaixo). 

Nesta sexta-feira, que é feriado municipal do Dia da Consciência Negra, as lojas permaneceram fechadas, respeitando o decreto. Nas principais ruas do centro, pouca circulação de carros e quase nenhuma pessoa a pé. Pelas redes sociais, moradores chegaram a programar uma manifestação para esta manhã, contra restrições, principalmente, na abertura do comércio, mas nenhuma mobilização aconteceu. 

ERS-348, em Faxinal do Soturno, tem trecho interrompido a partir desta segunda

O único hospital da cidade, o Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora, está há pelo menos 15 dias com superlotação de leitos. Todos os oito leitos de UTI estão ocupados. Os 10 leitos clínicos disponíveis para pacientes suspeitos ou confirmados da Covid-19 registrados no sistema do Governo Estadual também estão ocupados, e outros nove leitos também foram alocados para receber pacientes que precisam ficar em isolamento, o que representa uma ocupação de 190%. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

De acordo com a secretaria de Saúde do município, Rosário do Sul não tem mais capacidade de atendimento e eventuais novos pacientes com necessidade de internação terão de ser realocados para outro município.

Rosário do Sul tem 867 casos de Covid-19 confirmados, sendo que 280 estão em isolamento domiciliar, 16 hospitalizados no hospital e 4 em outro município. O total de pacientes recuperados é de 563 e há 80 exames em análise. A cidade já registrou quatro óbitos associados pela doença.

RESTRIÇÕES
Além do fechamento do comércio, o poder público também proibiu o estacionamento nas ruas Voluntários da Pátria, na quadra entre as ruas Amaro Souto e Independência, na Rua Amaro Souto, na quadra entre as ruas Voluntários da Pátria e João Brasil, e na Rua Garibalde Silva, na quadra que antecede o acesso à Praia das Areias Brancas. A proibição é válida de segunda à sexta, das 20h às 6h, aos sábados, a partir das 16h, e em domingos e feriados.

Já a partir de segunda-feira, durante os dias de semana, todos estabelecimentos devem fechar às 20h, sem possibilidade de tele-entrega ou retirada no local depois deste horário. Pessoas também estão proibidas de permanecer em espaços públicos, como ruas e praças, entre 22h e 6h. Nos próximo final de semana, a cidade deve fazer lockdown novamente, do dia 27, a partir das 20h, até as 6h do dia 30. 

Em caso de descumprimento das determinações, tanto pessoas físicas quando estabelecimentos poderão ser advertidos e até multados.

EXCEÇÃO
Nos finais de semana de lockdown as exceções são:  

  • Farmácias, que podem a qualquer horário para venda de medicamentos
  • Mercados, padarias e panificadoras, que podem abrir das 8h às 20h
  • Clínicas médicas, veterinárias e odontológicas podem atender somente em regime de urgência
  • Distribuidora de gás, serviços funerários, serviços públicos essenciais e de saúde, forças de segurança, meios de comunicação, agronegócio, mecânicas e serviços de transporte coletivo ou individual podem continuar funcionando sem restrições de horários
  • Os postos de combustíveis não precisam adotar o lockdown, mas lancherias e conveniências devem permanecer fechadas

*Esses serviços podem atender uma pessoa por família, sem acompanhantes, e um cliente para cada atendente  

*Colaborou Janaína Wille


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190