distanciamento controlado

Região de Santa Maria segue em bandeira laranja

Mapa preliminar das bandeiras foi divulgado na tarde desta sexta

18.398

Arte: Divulgação

A Região de Santa Maria vai para a quarta semana consecutiva em bandeira laranja no modelo de Distanciamento Controlado. O mapa preliminar foi divulgado na tarde desta sexta-feira pelo Estado. Com isso, as regras de serviços e atividades econômicas não devem mudar na cidade. 

Das 21 regiões, apenas Santa Rosa está em bandeira vermelha na 26ª rodada do mapa. A Região de Cruz Alta, que ficou em vermelha nesta semana, melhorou, principalmente o indicador referente a hospitalizações de pacientes Covid, e retornou a laranja. 

COMÉRCIO
Na última quinta-feira, a prefeitura de Santa Maria publicou um novo decreto com a atualização de dias e horários de funcionamento do comércio. A partir desta semana, lojas e shoppings podem funcionar, inclusive, aos domingos, o que até então estava proibido.

Os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços de itens não essenciais podem funcionar diariamente das 9h às 19h. Já os shoppings podem funcionar diariamente das 11h às 21h. Fora desse intervalo só é permitido a abertura para o funcionamento das atividades essenciais e de restaurantes, de acordo com o horário e o modo de operação estabelecido pelo município. 

As padarias, açougues, fruteiras e distribuidoras de bebidas tiveram horário ampliado e, a partir de agora, podem atender ao público das 7h às 23h, respeitando o horário do alvará de cada estabelecimento. Restaurantes e lancherias poderão permitir o ingresso de cliente até as 23h e terão até a meia-noite para a conclusão dos atendimentos e do consumo. 

MACRORREGIÃO CENTRO-OESTE
Tanto Santa Maria quanto Uruguaiana, ambas pertencentes à Macrorregião Centro-Oeste, estão em bandeira laranja. De acordo com os dados do Estado:

  • os registros de hospitalizações confirmadas para Covid-19 registradas nos últimos sete dias reduziram em 30,5%, passando de 59 para 41
  • as hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), aumentaram de 33 para 40 em uma semana
  • as hospitalizações em leitos clínicos por SRAG diminuíram de 46 para 35 
  • pacientes internados por Covid-19 em leitos de UTI aumentaram de 27 para 33
  • a capacidade de atendimento piorou, comparado a última semana, mas ainda se manteve em bandeira amarela
  • o número de leitos livres de UTI em relação a ocupados por pacientes Covid-19 diminuiu de 2,96 para 2,39
  • na soma dos 11 indicadores, que indicam a capacidade de atendimento hospitalar e avanço da doença, dos dois indicadores macrorregionais que mensuram o número de pacientes internados em UTI (por SRAG e por Covid-19) e do indicador de internados em leitos clínicos (Covid-19), dois obtiveram bandeira vermelha e um amarela. Os indicadores de capacidade de atendimento e de mudança na capacidade de atendimento, mensuradas pela macrorregião, obtiveram bandeira amarela.

ESTADO

  • número de novos registros semanais de hospitalizações confirmadas com Covid-19 reduziu 7% entre as duas últimas semanas (de 897 para 830);
  • número de internados em UTI por SRAG aumentou 5% no Estado entre as duas últimas quintas-feiras (de 681 para 712);
  • número de internados em leitos clínicos com Covid-19 aumentou 7% entre as duas últimas quintas-feiras (de 721 para 768);
  • número de internados em leitos de UTI com Covid-19 aumentou 6% entre as duas últimas quintas-feiras (de 539 para 573);
  • número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS aumentou 7% entre as duas últimas quintas-feiras (de 774 para 791);
  • número de casos ativos aumentou 28% entre as duas últimas semanas (de 10.190 para 13.061);
  • número de óbitos por Covid-19 reduziu 11% entre as duas últimas quintas-feiras (de 236 para 211).
  • As regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, são Porto Alegre (262), Caxias do Sul (88), Canoas (68), Passo Fundo (63) e Novo Hamburgo (56).

COMO E O QUE PODE FUNCIONAR NA LARANJA 

Administração pública   

  • Serviços não essenciais: 50% dos trabalhadores   
  • Política e administração de trânsito, serviços delegados de habilitação de condutores: 75% dos trabalhadores
  • Segurança e ordem pública, atividades de fiscalização e inspeção sanitária: 100% dos trabalhadores

Agropecuária

  • Agricultura, Pecuária e serviços relacionados; produção florestal; pesca e aqüicultura: 100% dos trabalhadores   

Alojamento e alimentação

  • Restaurantes de autosserviço (self-service): fechado   
  • Restaurantes a la carte, prato feito e buffet sem autosserviço: 50% de trabalhadores e 50% de lotação
  • Lanchonetes e lancherias: 50% trabalhadores
  • Hoteis e similares (geral): 50% dos quartos
  • Hoteis e similares (em beira de estradas e rodovias): 100% dos quartos

Comércio

  • Comércio de veículos; manutenção e reparação de veículos (rua): 50% de trabalhadores   
  • Comércio de Combustíveis para Veículos Automotores: 75% de trabalhadores
  • Comércio atacadista não essencial: 50% de trabalhadores
  • Comércio atacadista itens essenciais: 75% de trabalhadores
  • Comércio varejista não essencial (rua): 50% de trabalhadores
  • Comércio varejista não essencial (centro comercial e shopping): 50% de trabalhadores e 50% de lotação
  • Comércio varejista itens essenciais (centro comercial e shopping): 50% de trabalhadores e 50% de lotação
  • Comércio Varejista de Produtos Alimentícios (mercados, açougues, fruteiras, padarias e similares): 75% de trabalhadores

Educação

  • Ensino de Idiomas; Ensino de Música; Ensino de Esportes, Dança e Artes Cênicas; o Ensino de Arte e Cultura (outros); Formação profissional, formação continuada, cursos preparatórios para concurso, treinamentos e similares : 50% trabalhadores e 50% alunado 

Indústria

  • Extr. de Petróleo e Minerais - Outros: 50% de trabalhadores 
  • Alimentos, bebidas, papel e celulose, farmoquímicos e farmacêuticos: 100% de trabalhadores
  • Demais: 75% de trabalhadores

Saúde

  • Assistência Veterinária: 75% trabalhadores 
  • Atenção à Saúde Humana e Assistência Social: 100% trabalhadores

Serviços

  • Casas noturnas, bares e pubs: fechado 
  • Eventos em ambiente fechado ou aberto: fechado
  • Parques Temáticos, Atrativos Turísticos e Similares: 50% trabalhadores e 25% público
  • Parques e reservas naturais, jardins botânicos e zoológicos: 50% trabalhadores 25% público
  • Teatros, cinemas e casas de espetáculos: 25% trabalhadores (sem público espectador)
  • Museus e similares: 50% trabalhadores e 25% público
  • Bibliotecas, arquivos, acervos e similares: 25% trabalhadores (consulta local ou pegue e leve)
  • Ateliês: 25% trabalhadores (atendimento individualizado)
  • Atividades de organizações associativas ligadas à arte e à cultura (MTG e similares): 25% trabalhadores (atendimento individualizado)
  • Academia de ginástica (inclusive em clubes) e clubes sociais, esportivos e similares : 25% trabalhadores (atendimento individualizado ou mínimo 16 m² por pessoa)
  • Clubes de futebol profissional em disputa no Campeonato Gaúcho (Gauchão Ipiranga 2020) e no Campeonato Brasileiro 2020: 25% trabalhadores (sem público)
  • Reparação e manutenção de objetos e equipamentos; lavanderias: 50% de trabalhadores
  • Cabeleireiro e barbeiro; petshop: 25% de trabalhadores
  • Missas e serviços religiosos: 30% do público
  • Funerária: 100% trabalhadores
  • Bancos, lotéricas e similares: 75% de trabalhadores
  • Atividades administrativas dos serviços sociais autônomos; Organizações sindicais, patronais, empresariais e profissionais; Serviços de auditoria, consultoria, engenharia, arquitetura, publicidade e outros; Serviços profissionais de advocacia e de contabilidade; Serv. Admin. e Auxiliares; Agência de turismo, passeios e excursões; Imobiliárias e similares: 50% trabalhadores
  • Faxineiros, cozinheiros, motoristas, babás, jardineiros e similares: 50% trabalhadores
  • Call-center: 50% trabalhadores
  • Vigilância, Segurança, Investigação; Serviços para Edifícios: 75% trabalhadores
  •  Serviços de Informação e Comunicação
  • Edição integrada à impressão; produção de vídeos e programas de televisão; atividades de rádio e televisão: 75% trabalhadores
  • Telecomunicações; serviços de TI; Prestação de Serviços de Informação: 100% trabalhadores

Serviços de Utilidade Pública

  • Eletricidade, gás, água, esgoto, coleta e tratamento de resíduos: 100% trabalhadores 

Transporte

  • Transporte rodoviário fretado de passageiros; transporte rodoviário de carga; transporte coletivo de passageiros (metropolitano tipo Seletivo); armazenamento, carga e descarga: 100% dos assentos 
  • Transporte coletivo de passageiros (municipal e metropolitano tipo Comum): 60% capacidade total do veículo
  • Transporte rodoviário de passageiros (intermunicipal, tipo Comum): 50% assentos (janela)
  • Transporte rodoviário de passageiros (intermunicipal, tipo Semidireto, Direto, Executivo ou Seletivo): 50% assentos (janela)
  • Transporte rodoviário de passageiros (interestadual): 50% assentos (janela)
  • Transporte ferroviário de passageiros (metropolitano): 50% capacidade total do vagão
  • Transporte aquaviário de passageiros: 75% assentos
  • Aeroclubes e aeródromos: 50% trabalhadores
  • Atividades de correios, serviços postais e similares: 75% trabalhadores


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190