começo das atividades

Reforma do Calçadão ganha canteiro de obras

Atividades estão previstas para serem concluídas até junho

18.386
Foto: Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Após o janeiro ter tido apenas a retirada de parte do mobiliário do Calçadão, agora, de fato, o espaço - prometido a ser amplamente reformado - vai ganhando o cenário de um canteiro de obras. Ainda ontem, funcionários contratados pela De Marco Incorporações Imobiliárias, construtora de Erechim, iniciaram a colocação dos tapumes em um dos pontos onde será o canteiro das obras, junto ao Calçadão na esquina das ruas Dr. Bozano com a Floriano Peixoto. Com isso, na última terça-feira, pelo menos sete carpinteiros realizavam a fixação dos tapumes que serão "diferenciados", como explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ewerton Falk.

 A ideia é, conforme o cronograma da empresa, que, para este mês, os tapumes sejam colocados. E, para março, as obras, com as escavações, deverão ser iniciadas. Esse é o cronograma repassado pela empresa pra nós até o momento - adianta o secretário.  

Jovem suspeito de assalto é preso em Cruz Alta

Os serviços estão sendo executados pela construtora, que fará 23 prédios no Bairro Camobi, aportando R$ 122 milhões na economia local. A empresa é a mesma que estará à frente, junto com o Hospital de Caridade, na construção das novas capelas mortuárias do Ecumênico. De acordo com o secretário, o custo para a "refundação total do Calçadão" é de R$ 1,1 milhão. O que, segundo o titular da pasta, "está pactuado" com a empresa.

- Acreditamos que ela (construtora) tenha total condições de concluir as obras. E, com isso, até junho, devemos ter o Calçadão entregue à população - explica Falk.

AS OBRAS
A projeção é que as obras sejam entregues em até seis meses. As atividades estão sendo viabilizadas por meio de uma medida compensatória, um instrumento que o governo municipal tem utilizado para condicionar onde e como quer que certos serviços sejam feitos junto àquelas empresas que invistam em Santa Maria. A obra contemplará a troca de galerias pluvial (água da chuva) e de esgoto, retirada de todo o piso (e colocação de novo), o que exigirá necessidade de utilização de maquinário pesado. 

Idosa é esquecida por transporte municipal de Santa Maria

PLANO B
Dentro do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado entre as partes, ainda no ano passado, está previsto que a De Marco irá aportar R$ 344,7 mil para os trabalhos de "reconstrução" do espaço que prevê ser completamente repaginado. Ou seja, há o risco de que os serviços sejam iniciados, mas que não tenham conclusão. Até porque faltariam, ao menos, R$ 755 mil para a entrega de 100% das obras do Calçadão.

Viaduto de acesso ao Bairro Tancredo Neves tem liberação parcial 

Porém, ainda que o tom de otimismo seja mantido pelo Executivo municipal, o poder público afirma estar preparado para ter de partir para um plano B. Entretanto, ao considerar "situações externas e típicas de uma obra com tamanha complexidade", Falk adianta que há, sim, margem para que outra empresa tenha que, no transcorrer dos trabalhos, somar-se ao canteiro central.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190