retomada

Primeiro dia de lojas abertas em Santa Maria foi de calmaria e otimismo

Comércio não essencial voltou a abrir as portas após três semanas fechado

Maurício Araujo

Foto: Renan Mattos (Diário)

Por volta das 9h desta segunda-feira, os ruídos de grades abrindo nas fachadas das lojas eram o sinal de que o comércio local já estava preparado para abrir as portas e receber os clientes. Após três semanas fechados, diversos estabelecimentos reabriram e já estão em pleno funcionamento na cidade. Nas primeiras horas da manhã, o movimento ainda era tímido. Proprietários e funcionários chegaram antes da abertura oficial para arrumar o ambiente interno das lojas. Antes de o comércio voltar a funcionar, a prefeitura, em parceria com um grupo de empresários, fez a sanitização de pontos com grande circulação de pessoas na cidade. Nos restaurantes e shoppings da cidade, o movimento também foi de calmaria.

O tempo nublado e a garoa fina não impediram que os serviços não essenciais reabrissem. Ao contrário, muitos estabelecimentos já estavam preparados, inclusive com decoração nas fachadas para atrair o público. O álcool gel estava presente na entrada dos espaços, e os trabalhadores usavam as máscaras de proteção individual. Para entrar nos locais, só se os protocolos fossem cumpridos. 

Prefeitura amplia vacinação para pessoas com 70 anos ou mais em ação na quarta

Os lojistas não escondiam o alívio em poder reabrir os seus negócios. Nas portas, eles atendiam e conversavam com clientes que se aproximavam. Há mais de 40 anos trabalhando no comércio, a gerente de uma loja de roupas Mara Machado, 59 anos, afirma que nunca viu ou passou nada igual. Agora, ela tem fé no recomeço:

_ Precisamos trabalhar unidos para recuperar os clientes e não descuidar da saúde. É um alívio reabrir a loja. Estamos todos cumprindo as regras, porque deve ser assim, todos colaborando para superar este momento, mas também trabalhando, porque todos dependemos do trabalho.

NOVAS REGRAS
O decreto estadual divulgado no domingo trouxe novidades importantes, e os empresários e lojistas precisam estar atentos. É preciso ter um cartaz com a ocupação naquele local, considerando uma pessoa a cada 8m². Conforme a controladora geral do município, Carolina Lisowski, a metragem precisa estar exposta no estabelecimento. Neste momento, por se tratar de uma nova exigência, a fiscalização vai apenas orientar os setores sobre a regra. 

Banqueiros e economistas exigem vacinação e outras medidas de combate à Covid-19

_ A exigência vale para grande parte dos locais que vão receber o público. O decreto traz comercio de itens essenciais e não essenciais, serviços, restaurantes e lancherias. Todos esses estabelecimentos precisam desta medida.

Outro protocolo incluído no decreto estadual é a medição de temperatura em locais que recebam o público, como o comércio de itens não essenciais e restaurantes, por exemplo.

SISTEMA DE COGESTÃO
Os serviços não essenciais, como comércio, bares e restaurantes puderam reabrir suas atividades nesta segunda-feira após a volta da cogestão no sistema de Distanciamento Controlado. Com novos horários e restrições, os municípios que estão na bandeira preta podem adotar os protocolos da vermelha. As medidas valem até o dia 4 de abril.

PRINCIPAIS REGRAS EM SANTA MARIA*

  • Comércio de rua não essencial - de segunda a sexta-feira, das 9h às19h
  • Shoppings centers - de segunda a sexta-feira, das 11h às 20h
  • Supermercados - até as 22h
  • Comércio essencial (postos de combustíveis, farmácias, atendimento veterinário e lojas de materiais de construção) - Durante a semana, apenas a restrição das atividades presenciais após as 20h até as 5h (com exceção dos supermercados)
  • Serviços não essenciais - de segunda a sexta-feira, das 7h às 20h
  • Alimentação (restaurantes, lancherias e semelhantes) - de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h
  • *Finais de semana e feriados - Restrição de atividades presenciais durante todo o dia, com exceção dos supermercados, farmácias e lojas de materiais de construção

O PRIMEIRO DIA NO COMÉRCIO LOCAL APÓS TRÊS SEMANAS DE PORTAS FECHADAS
Assim como nas primeiras horas da manhã de segunda-feira, o decorrer do dia foi de calmaria no comércio de Santa Maria. O baixo movimento, no entanto, não foi motivo de desânimo para os comerciantes, muito pelo contrário. A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Marli Rigo, confirmou que os relatos e comentários dos comerciantes foi de uma procura menos intensa, mas que isso é fruto da conscientização da população, que só procura os estabelecimentos em caso de necessidade: 

Últimos dias para pagar o IPVA 2021 com desconto pela antecipação

_A nossa luta foi pelo comércio aberto para que as pessoas que necessitem comprar algo possam fazê-lo, e, também, para podermos trabalhar. A intenção nunca foi reabrir as lojas para que as pessoas saíssem correndo, mas sim de garantir a oportunidade para todos. Então avalio este primeiro dia de forma positiva.

O presidente do Sindicato dos Lojistas de Santa Maria (Sindilojas), Ademir da Costa, também avaliou positivamente. Da mesma forma, ele confirmou que o movimento e as vendas foram fracas, mas o ânimo dos lojistas por estarem com as portas abertas superou as expectativas:

Primeiras vacinas do consórcio Covax serão entregues nesta semana aos Estados

_ Estamos felizes por haver este entendimento dos governos para a reabertura das lojas. Todos redobramos os cuidados para garantir as portas abertas. A população também tem consciência, pois só está comprando o necessário, como deve ser.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190