esportes

Obra do Centro de Eventos chega a quase 80%

Depois de pronto, local pode ter espaços concedidos a entidades privadas

18.379

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Iniciada neste ano, a 4ª etapa das obras do Centro de Eventos, que fica no Centro Desportivo Municipal (CDM), está na metade. Segundo o secretário de Estruturação e Regulação Urbana, José Antônio Gomes, a obra total está entre 75% a 80% concluída e a intenção é dar funcionalidade para o local o quanto antes. Ele diz que há possibilidade de que espaços sejam concedidos em parcerias com o setor privado. Depois, ainda faltará fazer a 5ª e última fase, que prevê acabamentos e um custo de quase R$ 12 milhões. A prefeitura não tem essa verba e terá de tentar consegui-la com o governo federal. Por isso, não há previsão de quando a 5ª etapa começará a ser feita. 

VÍDEO: mãe escreve livro sobre filha de 19 anos que nasceu sem enxergar

Agora, com um investimento total de mais de R$ 2,6 milhões, a atual 4ª parte da obra prevê a conclusão de escadas internas, acabamentos, colocação de janelas e vidros, impermeabilização de alvenarias, revestimentos, uma subestação de energia elétrica, além da instalação de equipamentos no térreo para a preparação do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI).

Conforme o secretário, parte dos banheiros e da iluminação devem ficar prontos antes mesmo da obra estar 100% concluída. Além disso, mesmo que com restrições, uma quadra de esportes e parte da praça de alimentação já poderão funcionar antes do término da construção. A pista de caminhada, interditada desde janeiro por conta das obras, também poderá ser liberada. Outra área que deve ficar pronta ao final da 4ª etapa é a subestação de energia.

Pesquisa da UFSM quer saber qual o impacto da Covid-19 em tutores de gatos

- É uma obra que regularmente recebe investimentos. Cada etapa é feita de acordo com as necessidades futuras. Agora estamos no acabamento, mas já temos o projeto arquitetônico e estrutural desenvolvidos para a 5ª etapa - explica Gomes.

Com o avanço da próxima fase, o local poderá sediar eventos de maior porte, como a Feisma. Luiz Fernando Pacheco, presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism), entidade coordenadora da Feisma, vê com bons olhos a possibilidade de ter a feira no Centro de Eventos futuramente, apesar de confessar que não é possível dar uma previsão de quando ocorrerá:

- A Feisma teria mais facilidade lá, seja na questão de segurança, conforto ou redução de custo. Se vamos poder fazer já no ano que vem, ainda é cedo para dizer. Temos a questão da pandemia também. Nós começamos a planejar a Feisma já em fevereiro ou março, quando tomaremos a decisão. Hoje é incerto.

Setores podem ser concedidos a empresas e entidades privadas 
Depois de pronta, não está descartada a possibilidade de concessão ou parcerias envolvendo áreas do Centro de Eventos ao setor privado, conforme o secretário.  

- Queremos ter um espaço para toda a comunidade. Para realização da Feisma, mas para outros eventos e projetos também - ressalta Gomes.

Entre as entidades que poderiam se encarregar da manutenção do local, está a própria Cacism. Para Luiz Fernando Pacheco, a perspectiva é positiva.

- Acho que seriam interessantes as parcerias público-privadas. Teremos como manter o espaço em melhores condições - afirma o presidente da entidade empresarial.

Em construção desde 2007, a obra do Centro de Eventos tem um total de 16,7 mil m² e sofreu com atrasos e paralisações ao longo dos anos. 


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190