pandemia

Grupo que instalou tabelas de basquete no Itaimbé questiona a retirada dos objetos

Prefeitura diz que a prática de esportes coletivos não é permitida e trata ação como emergencial

18.398
Foto: Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Na última semana, as tabelas da quadra de basquete do Parque Itaimbé foram retiradas pela prefeitura. A ação ocorreu também na Praça do Mallet e deve se repetir em outros locais para evitar o contágio coronavírus. A medida, porém, é questionada pelo grupo que produziu e instalou as tabelas no local. Segundo eles, não houve comunicado sobre a retirada do material.

VÍDEO: artistas e donos de bares se dizem surpresos e defendem reversão de novo decreto

Foi em 2018 que jovens que praticam o basquete na quadra instalaram a primeira tabela por conta própria devido ao estado ruim da anterior. Em outubro de 2019, após uma campanha de arrecadação, uma nova tabela foi feita e instalada. O estudante Arthur Gabriel Gonçalves, 24 anos, lamenta que não tenha havido comunicação prévia e defende que o material tem valor para o grupo.

- Não comunicaram nada para gente. A prefeitura conhece e sabe o que a gente faz nas quadras. A lixeira fomos eu e amigos que colocamos, tapamos os buracos com cimento para tentar alinhar mais o chão, pintamos as linhas, até varremos. Sempre trocamos a tabela de forma independente. Como tiraram, podiam ter ajudado a instalar antes. Queríamos guardar, tem valor sentimental e queremos usar futuramente - conta Arthur.

Arrecadação para a Campanha do Agasalho termina sexta em Santa Maria

Em nota, a prefeitura justificou que não houve aviso sobre a retirada porque a medida "se tratou de uma ação emergencial visando exclusivamente ao combate da pandemia". A resposta também afirma que "as aglomerações no Parque Itaimbé durante a prática esportiva coletiva estavam colocando em risco a saúde da população". Conforme o Executivo, ações de conscientização, como a Patrulha da Máscara e a presença da Guarda Municipal não eram suficientes para conter aglomerações.

Ao informar a retirada, ainda na semana passada, a prefeitura afirmou que todo material será avaliado e reparado se houver necessidade. O mesmo deve valer para os próximos equipamentos retirados dos outros locais. A prefeitura também afirmou que vai entrar em contato com os jovens para dialogar sobre a recolocação ou devolução das tabelas assim que for possível a retomada da prática com segurança.

Duas ruas do centro de Santa Maria têm bloqueios nesta quinta-feira

ESPORTE AO AR LIVRE
O grupo diz que quem frequentava a quadra eram sempre as mesmas pessoas. Arthur fala que a prática do esporte é tratada como algo benéfico no cenário atual porque permitia que os jovens estivessem ao ar livre. Ele também questiona a seletividade da medida.

- É um esporte que é um estilo de vida. A gente vive o basquete, é nossa fuga. A gente sempre teve consciência da Covid-19. Só que o governo municipal fala que pode frequentar bar, que o objetivo é beber e comer, lazer, por que não pode praticar esporte ao ar livre? - pergunta.

Segundo Decreto Executivo, a prática de esportes coletivos está proibida durante a pandemia. Os esportes individuais ao ar livre, desde que mediante o uso de máscara e sem aglomeração, são permitidos.

O médio infectologista Reinaldo Ritzel explica que há diferença entre práticas coletivas e individuais quanto ao risco de contágio. O uso de máscaras, contudo, é questionado.

- Do ponto de vista médico, práticas ao ar livre com distanciamento entre indivíduos não implicam em risco. Não há necessidade de uso de máscaras. Esportes coletivos de contato ou mesmo com proximidade são sempre arriscados. As máscaras perdem eficácia assim que úmidas - explica.

Santa Maria tem 1.136 casos confirmados de coronavírus e 26 óbitos

REFORMA
Após o lançamento da licitação para revitalização do Itaimbé, a K. A. J. Materiais de Construção Ltda, de Taquara, apresentou proposta para as obras. O valor ofertado foi de R$ 464.970,35, cerca de R$ 10 mil a menos do que o orçamento inicial. A proposta será avaliada pelo Executivo.

O serviço prevê melhorias no setor do parque que vai da Rua Silva Jardim até a região das quadras. A  revitalização prevê drenagem pluvial (para amenizar alagamentos e impedir que causem danos), pavimentação, construção de rampas de acessibilidade e canteiros, além de intervenções nas calçadas e na iluminação pública. 

Média móvel diária de casos de coronavírus apresenta queda em Santa Maria

Na mesma licitação, estão previstas a construção da pista de skate e a revitalização de uma quadra poliesportiva. A quadra, com uma área de 662,03 metros quadrados, será reformada, ganhando nova pavimentação, nova pintura, tabelas para a prática de basquete, goleiras para futsal e postes para vôlei. Já a pista de skate será construída em uma área de 518 metros quadrados. Conforme o projeto, estão previstas elevações, depressões, cantoneiras e corrimãos para a realização de manobras.

MOVIMENTO
Já sem tabelas, o Parque Itaimbé seguiu movimentado no último final de semana. Não havia ninguém praticando esporte nas quadras, mas pessoas passeavam com animais, praticavam corrida e caminhada e até se reuniam em grupos. Entretanto, a prefeitura argumenta que a retirada das tabelas diminuiu as aglomerações.

*Colaborou Leonardo Catto


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190