ato simbólico

FOTOS + VÍDEO: Ministro da Educação visita UFSM para inaugurar obras e fala sobre orçamento

Milton Ribeiro chegou por volta de 11h15min. Do lado de fora da solenidade, manifestantes protestaram contra políticas do governo

18.355


Foto: Pedro Piegas (Diário)
Reitor da UFSM Paulo Afonso Burmann e ministro da Educação Milton Ribeiro

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, esteve na UFSM nesta quarta-feira para participar de um ato inaugural na Universidade Federal de Santa Maria. Com a presença de autoridades da UFSM e do município, foram inauguradas oito obras no campus sede, em Santa Maria, e nas unidades de Palmeira das Missões, Frederico Westphalen e Cachoeira do Sul. Entre os prédios inaugurados está a Central de UTIs do Hospital Universitário de Santa Maria, que teve a construção iniciada em 2014 e começou a atender pacientes em dezembro do ano passado. O ato durou cerca de 45 minutos.


O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFSM protestou na chegada e na saída do ministro do Centro de Convenções. Com cartazes e um megafone, cerca de 20 manifestantes pediram a renúncia do ministro e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e se posicionaram de forma contrária ao corte de recursos para a instituição.


Foto: Pedro Piegas (Diário)
Manifestantes protestaram contra os cortes orçamentários na Educação

VISITA OFICIAL

O avião que trouxe o ministro sobrevoou a UFSM e pousou na pista do Aeroporto Municipal às 11h. Milton Ribeiro chegou ao Centro de Convenções de carro, sentado no banco de trás. No banco da frente, ao lado do motorista, estava o reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, em um dos poucos momentos reservados em que puderam conversar.

- Estamos falando do volume de obras, e mostrando o campus para ele. A UFSM tem um campus encantador. Em meio a todas as dificuldades da questão orçamentária, a Universidade continua desenvolvendo-se a partir do esforço de toda a comunidade. O ministro visualizou isso com um ar de muita satisfação e tranquilidade. Segundo ele, isso estimula o ministério a continuar lutando por um orçamento melhor. Vamos continuar nessa luta juntos, trabalhando, com diálogo, em uma condição de parceria - disse o reitor.

Trabalhadores do Husm ligados à Ebserh vão entrar em greve

O carro deixou o ministro a poucos metros da entrada do Centro de Convenções. Ao desembarcar, Ribeiro ignorou os cerca de 20 manifestantes que gritavam a poucos metros da entrada, em um gramado, contidos por um cordão humano formado por vigias e vigilantes da instituição. Após a entrada do ministro, as portas do centro, abertas para facilitar a ventilação, foram fechadas. O ato inaugural ocorreu no hall interno do Centro, com a participação da imprensa e outras 35 pessoas, entre pró-reitores, representantes do Legislativo Municipal, do Hospital Universitário, da Base Aérea e demais autoridades. Também estiveram presentes o prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom (PSDB), o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Oswaldo de Jesus Ferreira, o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Wagner Vilas Boas de Souza, e da reitora do Instituto Federal Farroupilha, Nídia Heringer. Todos permaneceram sentados em cadeiras que respeitavam o distanciamento mínimo. O ministro permaneceu com a máscara no rosto e a tirou apenas durante o discurso.

Após a execução do hino nacional e de um vídeo institucional da UFSM, o primeiro a falar foi o presidente da Ebserh, que destacou a importância do Hospital Universitário para a comunidade e atividades educacionais. Ele não mencionou a possibilidade de greve nacional de funcionários da Ebserh, marcada para iniciar nesta quinta-feira. A greve também atingirá o Husm.

Até sábado, Santa Maria terá mais três ações de vacinação contra a Covid-19

Na sequência, o reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, tocou na questão orçamentária da instituição. 


Foto: Pedro Piegas (Diário)
Reitor Paulo Afonso Burmann discursou pela manhã

- Com a aprovação da Lei Orçamentária Anual 2021, retornamos a índices de investimentos do início dos anos 2000, em uma universidade com o dobro do tamanho de então. Nos custa muito aceitar que R$ 31 bilhões tenham sido deslocados dos ministérios, especialmente da Educação, da Saúde e Ciência e Tecnologia, para atender um volume histórico de negociações em emendas parlamentares - criticou.

Na UFSM, os cortes deste ano representam R$ 27,7 milhões a menos no orçamento discricional em relação a 2020. Ao todo, dos R$ 107 milhões, apenas R$ 46,3 milhões estão liberados. Os demais R$ 61 milhões seguem contingenciados e dependem da aprovação do Congresso para entrarem nos cofres da instituição. Durante parte do discurso de Burmann, Milton Ribeiro mexia no celular. Em pelo menos três momentos durante o ato, ele trocou palavras com assessores.

Infectologista Luana Araújo vai comandar Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19

Após a revelação das placas, o ministro tomou a palavra e defendeu o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). 


Foto: Pedro Piegas (Diário)
Momento da revelação das placas inaugurais

- Neste tempo, em que o governo federal é obrigado a selecionar se ele constrói um prédio a mais na educação ou coloca um pouco de comida no prato de brasileiros que estão morrendo de fome, é muito difícil - disse o ministro, fazendo referência ao auxílio emergencial.

Ao fim da cerimônia, o ministro foi até as instações da Central de UTIs e do Centro de Ciências da Saúde, onde posou para fotos. Na saída do Centro de Convenções, um cordão humano foi formado por vigilantes e vigias da UFSM para conter os cerca de 20 manifestantes. 


Foto: Pedro Piegas (Diário)
Ministro posou para foto em frente a Central de UTIs do Husm

PROTESTOS

Cerca de 20 pessoas protestaram do lado de fora do Centro de Convenções durante a visita do ministro da Educação. Organizado pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFSM, o protesto contou com cartazes que pediam a saída do ministro e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) do governo. 

- A nossa proposta aqui é em um sentido de denúncia. De não apenas chegar até o ministro da Educação mas também externalizar a situação que a gente vive na universidade hoje. Temos uma previsão de redução de cerca de 18% em relação ao orçamento anual das universidades públicas - disse Luiz Eduardo Boneti, 21 anos, integrante do DCE.

CURIOSO

Ainda no começo do ato inaugural, antes da execução do hino, um cachorro que vive no campus da UFSM circulou entre as autoridades presentes no local. O cão recebeu carinho de alguns presentes e foi gentilmente conduzido para fora do Centro de Convenções na sequência. O cachorro não se aproximou do ministro Milton Ribeiro. 


Foto: Pedro Piegas (Diário)
Cachorro (ao fundo) circulou entre as autoridades no ato inaugural

OBRAS INAUGURADAS

  • Salas de Aula no Centro de Ciências da Saúde do Campus Sede
  • Central de Tratamento Intensivo no HUSM-EBSERH
  • Central de Laboratórios do HUSM-EBSERH
  • Bloco 5 da UFSM Frederico Westphalen
  • Casa do Estudante da UFSM Cachoeira do Sul
  • Central de Laboratórios da UFSM Cachoeira do Sul
  • Casa do Estudante 2 da UFSM Palmeira das Missões
  • Ampliação do Prédio 16-B do Centro de Educação UFSM Campus Sede


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190