distanciamento controlado

Estado tem todas as regiões com bandeira vermelha pela primeira vez

Mapa preliminar indicou todas as regiões com risco alto no RS. Até terça, regras são as mesmas

18.398

Foto: reprodução

A região de Santa Maria voltou a receber a classificação preliminar de bandeira vermelha no modelo de Distanciamento Controlado. O governo do Estado divulgou o mapa prévio da 30ª semana nesta sexta-feira. Até domingo, os municípios podem encaminhar um recurso para a reclassificação. Foi a primeira vez que todo mapa ficou vermelho. Como as regras só passariam a valer a partir de terça, caso a classificação permaneça, o domingo de eleições segue o mesmo funcionamento do primeiro turno em Santa Maria.

Rosário do Sul tem lockdown pelo segundo final de semana seguido

É a segunda semana consecutiva que a classificação prévia coloca a região com a classificação de risco alto. Na última semana, contudo, o município argumentou que Santa Maria manteve estabilidade nos índices, enquanto Uruguaiana teve piora nos números - o que também piorou dados da macrorregião Centro-Oeste. O recurso foi aceito, e o Estado voltou a classificar a região como risco médio.

Nesta semana, o Estado autorizou o funcionamento das escolas mesmo em bandeira vermelha. Antes, era necessário que as regiões tivessem duas semanas consecutivas em bandeira vermelha. 

Até domingo, o Executivo pode encaminhar novo recurso para o Estado. O mapa definitivo é divulgado na segunda-feira. As regras deste mapa passam a valer na terça.

Como a região de Santa Maria opera no sistema de cogestão, se o Estado manter a classificação de bandeira vermelha, o município pode optar pelo protocolo regional, que é menos rígido.

Estado confirma mais 39 óbitos por Covid-19

O QUE PIOROU
Dos 11 indicadores do sistema, a região de Santa Maria teve piora em quatro. Outros cinco permaneceram iguais, e dois melhoraram. As classificações tomam como referência o último dia de monitoramento em comparação com a semana anterior. Veja o que piorou:

  • Número de internados por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em UTI: foi de 52 para 71
  • Número de óbitos nos últimos 7 dias: foi de 4 para 7
  • Nº de leitos de UTI livres para atender Covid-19: foi de 626 para 522
  • Proporção de leitos de UTI livres e leitos de UTI ocupados por pacientes de Covid-19: foi de 1,26 para 0,76

Na quinta, a ocupação de leitos de UTI da região de Santa Maria estava em 78,3%, que foi a maior em 15 dias, segundo o painel da Secretaria Estadual de Saúde (SES), que monitora as internações nos hospitais do Estado. Ela só foi superada pela ocupação registrada nesta sexta: 79,8%.

Saiba como está a média móvel de casos diários de Covid-19 em Santa Maria

REGRAS MENOS RÍGIDAS
Na região de Santa Maria, há cidades que não tiveram novos óbitos e novas mortes nas últimas duas semanas. Elas podem seguir com regras da bandeira laranja. Veja quais são:

  • Agudo
  • Dona Francisca
  • Faxinal do Soturno
  • Itacurubi
  • Ivorá
  • Jari
  • Mata
  • Nova Esperança do Sul
  • Pinhal Grande
  • Quevedos
  • São Francisco de Assis
  • São Martinho da Serra
  • São Vicente do Sul
  • Silveira Martins
  • Unistalda
  • Vila Nova do Sul

NO ESTADO
Também na quinta-feira, o Estado chegou a 1.183 pacientes hospitalizados por conta do coronavírus e a 775 pessoas internadas em leitos de UTI. Com a manutenção do total de leitos e o aumento de 13% nos pacientes confirmados por Covid-19 internados em UTI, houve nova redução de leitos livres, chegando ao menor nível desde o início do Distanciamento Controlado: 0,67. 

Houve uma piora em diversos indicadores ao longo da última semana. O número de casos ativos para doença cresceu 13% e ultrapassou a marca de 21 mil pessoas que testaram positivo apenas nesse período.

GOVERNADOR FALOU
O governador Eduardo Leite (PSDB) comentou o fato inédito de todas as regiões terem classificação de risco alto. Ele argumenta que o Estado vive uma "segunda onda de coronavírus".

- Nosso modelo analisa uma série de indicadores, desde óbitos, hospitalizações, propagação do vírus e disponibilidade de leitos hospitalares. Os números apontam para bandeira vermelha em todas as regiões. É um alerta que se apresenta no nosso Estado, na mesma direção do que está acontecendo em outros Estados. Estamos de fato vivendo uma segunda onda de coronavírus aqui no Rio Grande do Sul e também em outras regiões - comentou.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190