região

Escultor dá novo significado a árvores tombadas em Rosário do Sul

Gilmar Olindo da Silva transforma madeiras recicladas em quadros, mesas, bancos e estátuas

Fotos: Arquivo Pessoal

O banco na Praça Borges de Medeiros está em fase de finalização. Ele ainda terá duas colunas em forma de livro

O escultor Gilmar Olindo da Silva, 44 anos, trabalha com arte em madeira desde menino. Nos últimos anos, ele e o filho, Carlos Eduardo da Silva, 19, dedicam-se ao aproveitamento de árvores tombadas em Rosário do Sul. Assim, madeiras recicladas são transformadas em quadros, mesas, bancos e estátuas, além de outros objetos que já podem ser vistos em lares, praças e instituições da cidade.

- Neste trabalho, usamos árvores que estão no chão por conta de ventanias e raios ou por apodrecimento - explica o escultor.

A mais nova produção de Silva é um banco de seis metros de comprimento instalado na Praça Borges de Medeiros. A matéria-prima veio do terreno onde ficava a Escola Estadual de Ensino Fundamental de Jobim, em Rosário do Sul. Os primeiros processos para lapidar o tronco de árvore foram realizados no próprio local, com uso de uma motosserra para fazer os cortes iniciais e dar a forma ao banco.

Prefeituras de Santa Maria e Itaara fazem limpeza na estrada do Perau

A obra já está instalada na praça, mas ainda resta elaborar duas colunas que terão ornamento em forma de livros e uma mão que segura um lápis.

Silva espera que, até a próxima segunda-feira, a escultura esteja pronta.

DE PAI PARA FILHO

Silva começou a fazer os primeiros artesanatos na terra natal, em Frederico Westphalen. Ele espera que esta linha artística seja reconhecida.

- Fico alegre em ver o nosso trabalho na praça. Criamos a escultura "Eu amo RoSul", que tem sido atração turística para visitantes e moradores da cidade fazerem fotos - comenta.

Carlos Eduardo acompanha os projetos há pouco tempo e já começou as próprias artes. A primeira delas foi o quadro de uma santa.

- Comecei desenhando. Depois, passei para a pintura e, agora, me encontrei com as esculturas. Nosso trabalho carrega os ares de natureza e, com o banco da praça, "falamos" de leitura, estudo e descanso - comenta o jovem artista.

Reuniões definem como será o futuro do Tecnoparque na cidade

Pai e filho pretendem fazer cadastro na Lei de Incentivo à Cultura para conseguir investimentos para novos atrativos para Rosário do Sul.

- Temos vários sonhos com este trabalho, entre eles, o desejo de montar uma escola de arte dentro de uma carcaça de um avião Boeing. Sempre fui apaixonado por aviões, desde criança. Quero aliar isso ao incentivo para a arte nas escolas - conclui Gilmar.

PARA COMPRAR

  • Endereço - Avenida Coronel Sábino, 620, Rosário do Sul
  • Telefone - (55) 99628-6433

*Colaborou Gabriel Marques


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190