patrulha da solidariedade

Em ação intensificada de busca, seis pessoas em situação de rua são acolhidas em Santa Maria

Foram 20 abordagens na noite de quarta-feira. Mínima no município foi 0,5ºC

Foto: Foto: Guilherme Borges (Prefeitura/Divulgação)

Foto: Guilherme Borges (Prefeitura/Divulgação)

A busca por pessoas em situação de rua para acolhimento foi intensificada em Santa Maria devido à forte frente fria enfrentada no Rio Grande do Sul. Forma feitas 20 abordagens pela "Patrulha da Solidariedade" na noite de quarta-feira. Ao todo, seis pessoas foram acolhidas em casas de passagem do município.

Após enquete, Tupanciretã deve ofertar cursos profissionalizantes no segundo semestre

Os servidores da prefeitura estiveram na rua das 19h às 22h30min. A intenção é evitar consequências do frio a quem vive na rua. As ações seguem até a sexta-feira. Quem não quis ir para as casas de passagens recebeu cobertores. A avaliação da secretaria de Desenvolvimento Social é que a primeira noite "teve bom resultado".

As abordagens  ocorreram nos bairros Centro, Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora do Rosário e Camobi, em locais que, com frequência, registram permanência de pessoas. A equipe também recebia as localizações via chamados do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp). Segundo a prefeitura, em nenhum dos dois dias em que ocorreram as ações houve superlotação das casas de passagem. O total de vagas, entre os dois locais, é de 80. 

No ano passado, o Centro Desportivo Municipal (CDM) foi aberto para receber a população em situação de rua nos dias de frio mais rígido. Neste ano, a prefeitura decidiu não repetir a ação. Uma das explicações é a ampliação da capacidade das casas de passagem. Além disso, é dito que os locais já contam com equipes formadas e estruturas prontas de banheiro, refeições e aquecimento. Isso teria que ser refeito, caso o acolhimento fosse no CDM.

VÍDEO: Campanha do Agasalho de Santa Maria termina neste sábado

DOAÇÕES
A Patrulha da Solidariedade seguirá até sexta-feira, das 19h às 22h. Quem quiser contribuir pode doar colchões de solteiro, cobertores e outros itens. Os donativos vão auxiliar as pessoas a se acomodarem nas casas de passagem durante a noite. Itens de higiene pessoal, roupas de cama e agasalhos também são aceitos.

As doações podem ser entregues de segunda a sexta-feira, das 9h ao meio-dia, no Centro Desportivo Municipal (CDM). O local ainda recebe itens para a Campanha do Agasalho, que vai até este sábado. 

Se o doador não puder levar os itens até o CDM, uma equipe pode buscar em local a combinar. Para isso é necessário fazer contato pelo telefone (55) 3221-9772 ou pelo Whatsapp (55) 99189-5203.

PATRULHA DA SOLIDARIEDADE

  • Como ajudar: com doação de colchões de solteiro, roupas, agasalhos, cobertores, jogos de lençóis, material de higiene pessoal (sabonete, escova de dente e de cabelo, xampu, creme dental, aparelho de barbear, absorvente, pente, toalha de banho e outros) e de limpeza (água sanitária, esponja, escovas, luvas de borracha, sabão em pó e outros)
  • Onde entregar as doações: no Centro Desportivo Municipal (CDM), segunda a sexta-feira, das 9h ao meio-dia
  • Telefones para doações: Para solicitar que uma equipe busque as doações os contatos são (55) 3221-9772 ou pelo Whatsapp (55) 99189-5203
  • Para pedir ajuda: o telefone 153 é para informar onde estão as pessoas em situação de rua


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190