trânsito

Em 16 dias, seis pessoas morrem em acidentes na BR-158 entre Santa Maria e Cruz Alta

Todos os casos envolveram veículos de carga. PRF faz alerta para cuidados na estrada

18.398
Foto: Foto: Rádio 14 de Julho FM


Foto: Rádio 14 de Julho FM
Acidente em Júlio de Castilhos deixou a pista totalmente bloqueada por algumas horas

Durante o mês de julho, o número de acidentes graves tem preocupado as autoridades e também motoristas que trafegam pela BR-158, no trecho entre Santa Maria e Cruz Alta. Em 16 dias, seis pessoas morreram em três colisões na rodovia. Em todos os casos, havia pelo menos um caminhão envolvido.

O acidente mais recente aconteceu nesta terça-feira em Júlio de Castilhos, próximo da entrada da localidade de Santo Antão. Duas pessoas morreram após o carro em que estavam colidir frontalmente com um caminhão carregado com garrafas de óleo de cozinha. Esse caso aconteceu em área de atuação da 9ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, com sede em Santa Maria.

Os outros dois acidentes aconteceram no trecho em Cruz Alta. No dia 6 de julho, dois caminhões e um carro colidiram, ocasionando a morte dos três ocupantes do veículo. No dia seguinte, em um trecho cinco quilômetros adiante, um caminheiro morreu em um acidente entre dois caminhões. De acordo com André Peringer, chefe de policiamento e fiscalização da 10º Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF), com sede em Ijuí, esses dois casos aconteceram de forma semelhante.

- Os dois acidentes aconteceram por volta de 18h, em um horário de pico de movimento e quando já estava com pouca visibilidade. Também chovia nos dois dias, o que piorou o estado da rodovia, além de deixá-la escorregadia e dificultar a visão dos motoristas - destaca.


A BR-158 é também uma rota estratégica para o escoamento da safra de grãos, principalmente vinda das regiões Norte e Noroeste, principais áreas produtoras do Estado, em direção ao porto de Rio Grande. Com isso, nos meses posteriores à colheita, aumenta o tráfego de veículos de carga pela rodovia.

Frigorífico de São Gabriel abre mais de 200 vagas de trabalho

- Pelo fato de caminhões serem veículos grandes e pesados, os acidentes envolvendo esse tipo de veículo, geralmente, causam danos graves. É uma das BRs mais antigas do nosso Estado. Esse desgaste natural, associado ao grande fluxo, principalmente de veículos pesados, faz com que às vezes sua conservação não seja das melhores. Com a chuvarada, também aumenta o número de buracos. Recentemente, uma operação de tapa-buracos resolveu de forma emergencial alguns problemas da via - relata.

A 10ª Delegacia da PRF é responsável pela fiscalização e atendimento do trecho da BR-158 que vai de Condor, na Região do Planalto Médio, até o trevo de acesso a Júlio de Castilhos. Na Região Central, a rodovia passa ainda pelos municípios de Itaara, Santa Maria, Cacequi e Rosário do Sul. 

CUIDADOS
Entre as dicas para motoristas, segundo Peringer, o principal pedido é que o limite de velocidade da via seja respeitado. Além disso, ficar de olho na sinalização e manter uma distância segura dos demais veículos. Em dias de chuva, os cuidados devem ser redobrados. Quem precisa trafegar pela rodovia antes do amanhecer ou após o entardecer também precisa redobrar a atenção, já que a visibilidade pode ser afetada. 

- Depois dos dois acidentes no início do mês, nós intensificamos a fiscalização dos caminhões, a fim de ver se todos transitavam com as medidas de segurança e também orientar os motoristas - conta o chefe de policiamento e fiscalização. 

Homem é preso com crack e maconha dentro de ônibus em Caçapava do Sul

Ainda de acordo com André Peringer, nos últimos meses, com a pandemia do coronavírus, apesar destes acidentes graves, foi perceptível uma queda de acidentes no geral na rodovia. 

OS CASOS

6 de julho - três homens morreram no trecho próximo ao Posto do Botoqueiro em Cruz Alta. O acidente envolveu dois caminhões e um Gol. As três vítimas Elisandro Taborda Rolim, 38 anos, Adelar Ledesma da Silva, 49 anos, e Ricardo Elicker Alves, 32 anos estavam no carro. Um dos caminhões envolvidos teria tido falha mecânica e invadido a pista contrária. O Gol, para desviar da carreta, teria avançado para a outra pista e colidido frontalmente com outro caminhão. As carretas seguiam sentido Cruz Alta - Santa Maria e o Gol no sentido contrário. O acidente aconteceu por volta de 18h10min e o trânsito ficou parcialmente bloqueado por, pelo menos, quatro horas.

7 de julho - o caminhoneiro Elemar José Mix, 38 anos, morreu na colisão entre dois caminhões em Cruz Alta. O acidente ocorreu por volta de 18h quando um Scania, carregado com soja, invadiu a faixa contrária e colidiu na lateral de um Iveco, que carregava adubo. Com o impacto, a carga do Scania foi arremessada para cima da cabine, o que causou a morte do condutor. O motorista do Iveco, de 32 anos, não ficou ferido. O local da ocorrência ficava a cerca de 5 quilômetros do trecho onde as três pessoas morreram no dia anterior. A carga dos dois veículos foi derramada sobre a via, que ficou parcialmente bloqueada até as 5h do dia seguinte.

21 de julho - Luiz Henrique de Azevedo Martins, 21 anos, e Aurelino Oliveira Rodrigues, 33 anos, morreram após o Corsa em que estavam colidir frontalmente com um caminhão em Júlio de Castilhos. Com o impacto, o carro foi arremessado para o acostamento e o caminhão tombado ficou atravessado sobre a rodovia. Outras duas jovens que estavam no Corsa ficaram feridas. O caminhoneiro sofreu apenas escoriações. Como o caminhão ficou atravessado na rodovia, o trânsito ficou parcialmente bloqueado no trecho durante várias horas. 

*Colaborou Janaína Wille


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190