distanciamento controlado

Depois de seis semanas consecutivas, Santa Maria volta a ter bandeira vermelha

Classificação preliminar foi divulgada pelo governo do Estado nesta sexta-feira

18.398
Matéria atualizada em 20 de novembro de 2020 às 21h51min

A região de Santa Maria voltou a receber a classificação preliminar de bandeira vermelha no modelo de Distanciamento Controlado. O governo do Estado divulgou o mapa prévio da 29ª semana nesta sexta-feira. Até domingo, os municípios podem encaminhar um recurso para a reclassificação.

Boletim estadual registra mais 37 óbitos e 3.414 novos casos de Covid-19

Entretanto, caso a classificação de alto risco permaneça, o protocolo adotado pode ser o da AM Centro, menos rígido que o protocolo estadual de bandeira vermelha. A definição de quais regras serão aplicadas se dá na segunda-feira.

Um dos fatores que pesou para a classificação da região como risco alto foi a ocupação de leitos de UTI. Na última quarta-feira, quando Santa Maria também passou dos 7 mil casos confirmados de coronavírus, foi registrada a maior taxa de ocupação em 15 dias. O dado seguiu crescendo e chegou a 76% nesta sexta.

Jaguari tem surto de coronavírus em lar de idosos

Os internados em leitos clínicos também chamam a atenção. Na última semana, o número era 37 na último dia de monitoramento antes da classificação. Nesta semana, eram 57 registros. 

Em todo Estado, são 13 regiões com bandeira vermelha e 8 em laranja. O aumento nas hospitalizações por Covid-19 e nas internações em leitos de UTI, conforme o governo estadual, é o que justifica o grande número de regiões com a classificação.

Depois de oito meses com restrições, campus da UFSM reabre para visitantes

O número de óbitos no Rio Grande do Sul também aumentou: houve elevação de 65% (de 171 para 282 casos) no número de óbitos. O aumento foi de 27% (de 923 para 1.171 casos) nas hospitalizações confirmadas por Covid-19. 

PIORARAM
Foram de laranja para vermelha

  • Caxias do Sul (em cogestão)
  • Uruguaiana
  • Erechim (em cogestão)
  • Palmeira das Missões (em cogestão)
  • Porto Alegre (em cogestão)
  • Passo Fundo (em cogestão)
  • Guaíba
  • Santa Maria (em cogestão)
  • Lajeado (em cogestão)

MELHORARAM
De vermelha para laranja

  • Santo Ângelo (em cogestão)
  • Santa Rosa (em cogestão)
  • Cruz Alta (em cogestão)

FICARAM VERMELHA

  • Novo Hamburgo (em cogestão)
  • Capão da Canoa (em cogestão)
  • Canoas (em cogestão)
  • Ijuí (em cogestão)

FICARAM LARANJA

  • Bagé
  • Taquara (em cogestão)
  • Cachoeira do Sul (em cogestão)
  • Santa Cruz do Sul (em cogestão)
  • Pelotas (em cogestão)

REPERCUSSÃO
Os representantes do comércio de Santa Maria se posicionaram diante da classificação. O presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism), Luiz Fernando Pacheco, ressalta a preocupação da entidade em relação ao retorno à bandeira vermelha. 

- Tenho em mente que a grande responsabilidade dessa evolução do número de casos foi toda essa movimentação política das últimas semanas. O vírus derrotou países, empresas e economias, mas o vírus não derrotou os políticos. Inclusive, nos locais de votação, não foi exigido nem a medição de temperatura. Mais uma vez quem vai pagar essa conta é a sociedade. Já o processo eleitoral continua normalmente - comenta.

A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Santa Maria, Marli Rigo, afirma que vai decidir, em conjunto com outras entidades, quais serão as medidas adotadas pelas lojas:

- O que não podemos fazer é ficarmos trancados em casa sem poder trabalhar. Nunca foi o comércio que concentrou aglomerações.

Por meio de live, o prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) confirmou que o município vai pedir revisão da classificação. A justificativa é que uma inconsistência em alguns dados de coronavírus da macrorregião


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190