verão sem riscos

De três mortes por afogamento, duas foram em locais sem guarda-vidas

No domingo, três pessoas morreram por afogamento na região e uma continua desaparecida. Veja dicas de segurança

18.398
Foto: Foto: Gabriel Haesbaert (Arquivo Diário)


Foto: Gabriel Haesbaert (Arquivo Diário)

A morte de três pessoas por afogamento e o desaparecimento de uma neste domingo deixou a Região Central em alerta. Os casos aconteceram em Santa Maria, Cacequi e São Sepé. Em três dos casos, as vítimas foram adolescentes.

De acordo com o major do Corpo de Bombeiros, Elisandro Machado, a recomendação é para que crianças e adolescentes nunca entrem na água, seja em rio, balneário, piscina ou praia, sem a presença de um adulto por perto. 

- Além da supervisão, é importante que se cuide também a profundidade do local. Em locais como rios, a aferição pode ser feita com pedaço de madeira ou galho de árvore, para se evitar que uma criança ou adolescente vá até um lugar muito fundo - destaca.

Parque aquático de Júlio de Castilhos tem pré-estreia neste final de semana

Só no ano de 2019, o Corpo de Bombeiros foi acionado para atender 15 casos de afogamentos em Santa Maria ou cidades próximas. A maioria dos casos foi registrada no período do Verão. Segundo o major, a principal recomendação para evitar casos de afogamento é frequentar locais que tenham a presença de guarda-vidas - na região, oito balneários receberam salva-vidas do Projeto Verão. O horário de expediente dos guarda-vidas é das 9h às 12h e das 15h às 9h. 

- Sabemos que esse período é de muito calor, e a distância da região para o litoral faz com que as pessoas procurem piscinas e balneários para se refrescarem. Fazemos um trabalho de prevenção, informando a população. Mas cada um precisa fazer a sua parte. A segurança deve estar sempre em primeiro lugar - afirma. 

Nos locais onde houve afogamento neste final de semana, apenas o Passo do Verde em Santa Maria tem dois guarda-vidas. Porém, o caso aconteceu por volta do meio-dia, quando os profissionais não estavam no local. 

De acordo com o relatório do Corpo de Bombeiros, no Balneário Passo do Verde foram realizadas 555 prevenções de afogamento, que incluem apitaços e orientações aos banhistas, entre 22 de dezembro de 2019 a 13 de janeiro deste ano.

DICAS

  • Frequentar balneários que possuem guarda-vidas
  • Não entrar na água após consumir bebidas alcoólicas
  • No barco, caiaque ou lancha, usar sempre os equipamentos de segurança
  • Mantenha distância das pedras e bocas de rios
  • Não deixar crianças e adolescentes que não sabem nadar brincarem sozinhas na praia, na beira de rios, lagos ou piscinas
  • Não deixar a água ultrapassar a linha da cintura
  • Nunca mergulhar de cabeça
  • Não entrar em águas que possuem corredeiras 
  • Para evitar os possíveis acidentes nas águas, as crianças não devem abandonar as boias
  • Em casos de afogamentos, não colocar a sua própria vida em risco. Oferecer ajuda com corda ou boias e acionar os bombeiros pelo 193 imediatamente 
  • Evitar nadar sozinho
  • Não se afastar da margem
  • Evitar brincadeiras na água ("caldos", "trotes", "saltos")

*Colaborou Janaína Wille


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190