solidariedade

Com 20 toneladas, Banco de Alimentos tem recorde de doações em abril

Com reforço da vacinação solidária, doações quase dobraram em relação a março

Leonardo Catto


Foto: Pedro Piegas (Diário)
Voluntários trabalham no Banco de Alimentos

A imunização a partir da vacina é um bem coletivo, já que com a proteção cada pessoa também se torna mais segura para o convívio. Um ato de saúde se torna, também, uma ação contra a fome, já que, desde o final de março, iniciou a vacinação solidária, com a doação de alimentos em cada ação de vacinação contra a Covid-19.


No aniversário do Husm, orquestra surpreende profissionais da saúde e pacientes

Somente em abril, o Banco de Alimentos de Santa Maria repassou 20 toneladas de alimentos até o dia 29. Desse número, pelo menos 11 toneladas são oriundas de ações de vacinação. Além disso, doações em dinheiro ajudam a rede a bancar mais comida.

- Se a gente comparar, janeiro a março, houve queda, mas essa parceria reforçou nosso estoque e vai dar para atender muitas famílias. A diferença entre o arrecadado na vacinação e o repassado pelo banco é adquirida pesquisando preço nos supermercados de Santa Maria, com apoio do pessoal que doa financeiramente. O quilo doado mais o que temos no estoque permite alimentar muita gente que hoje precisa de um prato de alimento - diz o presidente do banco, Iraci Antônio Dani.

A ação que mais contribuiu com doação de alimentos neste mês foi a primeira dose para idosos a partir de 65 anos do dia 1º de abril. Nos 12 pontos, foram doados duas toneladas de alimentos.

Pesquisa aponta que 1 a cada 5 gaúchos já foram infectados pelo coronavírus

Ainda antes de fechar 30 dias, abril foi mês com mais doações em 2021. Em março, o banco havia repassado 10 toneladas, quatro a menos que fevereiro.


Foto: Pedro Piegas (Diário)
Pelo menos 11 toneladas são oriundas de ações de vacinação em abril

FOME
A Rede Brasileira e Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan) monitora a insegurança alimentar no contexto da pandemia no Brasil. Uma pesquisa da Penssan publicada no começo de abril indica que 19 milhões de brasileiros passaram fome e mais da metade dos domicílios no país enfrentou algum grau de insegurança alimentar desde o começo da pandemia no país.

DOAÇÕES AO BANCO DE ALIMENTOS EM 2021

  • Janeiro - 13,1 toneladas
  • Fevereiro  - 14 toneladas
  • Março - 10,5 toneladas
  • Abril (até 29/4) - 20 toneladas

A vacinação solidária segue nas próximas etapas da campanha contra a Covid-19 e, para doar, basta levar o alimento no dia em que for receber a dose do imunizante. Quem não for ser vacinado também pode ir até os pontos para contribuir. Já para as pessoas que precisam receber alimentos, é necessário entrar em contato com o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo da sua residência.

CRAS LESTE/CAMOBI

  • Bairro: Camobi
  • Telefone: (55) 3921-7265
  • WhatsApp: (55) 991542892

CRAS OESTE

  • Bairro: Nova Santa Marta
  • Telefone: (55) 3213-5106
  • WhatsApp: (55) 991394971

CRAS NORTE

  • Bairro: Carolina
  • Telefone: (55) 3921-7272
  • WhatsApp: (55) 991589378

PARA DOAR NA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

  • Endereço: Rua General Neto, 504
  • Horário: 7h30min às 12h (segunda a sexta-feira)
  • Telefone: (55) 3222-7931

O Banco de Alimentos também aceita doações em dinheiro. Veja abaixo como ajudar:

PIX
TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA
  • Banco do Brasil, Agência 1484-2, conta corrente 43770-0
  • Caixa Econômica Federal, Agência 2231-4, conta corrente 2265-5


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190