temporal

Chuva e granizo deixam casas destelhadas e derrubam árvores na região

Em São Pedro do Sul, pórtico da cidade foi destruído. Na BR-290, ponte entre São Sepé e Vila Nova do Sul está totalmente interditada

Além de Santa Maria, o temporal que começou na noite de terça-feira e se estendeu até a madrugada desta quarta também atingiu a região central do Estado. Em São Pedro do Sul, a cidade foi devastada pela ventania e pelo granizo. O pórtico de entrada do município foi destruído com a força do temporal. Outras cidades da região, como São Vicente do Sul, Santiago e Tupanciretã, também registraram estrados com a chuvarada da noite de terça-feira e madrugada de quarta. 

Na BR-290, entre São Sepé e Vila Nova do Sul, a ponte sobre o Arroio Bossoroca ficou com o trânsito totalmente interrompido. Antes, o fluxo era permitido para veículos leves mas, por causa da chuva, foi bloqueado desde a manhã desta quarta-feira, por causa nível do rio, que estava alto. Pela tarde, o trânsito voltou a ser liberado para veículos leves no local. 

Foto: Dnit (Divulgação)
Ponte na BR-290 está interditada entre Vila Nova do Sul e São Sepé 

SÃO PEDRO DO SUL 
A prefeitura de São Pedro do Sul, juntamente com a Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, está apurando os danos causados no município, em função do temporal que atingiu a região na madruga desta quarta-feira. De acordo com uma publicação da prefeitura, as equipes da secretaria de Obras e Desenvolvimento Social estão prestando acolhimento às famílias mais atingidas. Toda cidade ficou sem energia elétrica e água, e o serviço é restabelecido gradualmente. A energia elétrica de algumas regiões foram desligadas por conta de queda de postes ou fios caídos. De acordo com defesa civil estadual, mais de 30 casas foram atingidas. 

O pórtico na entrada da do município também foi destruído. A Avenida Governador Walter Jobim, a principal via da cidade, registrou vários pontos com danos em função da chuva. O posto São Pedro, que completou seis anos de atividade no mês passado, teve toda a cobertura arrancada, além de bombas de combustíveis. O proprietário do estabelecimento, Lucas Assumpção, estima que o prejuízo tenha passado dos R$ 500 mil. 

- O temporal começou próximo da meia-noite. Quando chegamos aqui vimos o telhado deitado por cima das bombas, caíram todas as placas solares. Desde às 2h eu e o outro proprietário, junto dos funcionários, começamos a remover para tentar retomar o serviço ainda hoje. A gente pretende restabelecer até o final da tarde - disse Lucas. 

Também por volta de meia-noite, a família da dona de casa Liliane Assunção, 35 anos, se assustou com a força do vento e da chuva. 

- Meu gurizinho estava dormindo ao meu lado, a parece começou a bater e se mexer. Quando fui chamar ele, caiu o negócio do forro em cima da cabeça dele. Botei ele embaixo da mesa e fiquei ali com ele até passar. Depois o vizinho veio ajudar. Nunca tinha visto isso, é a primeira vez que acontece isso, perdi tudo, nada dá para aproveitar - disse Liliane, entre lágrimas. 

SÃO VICENTE DO SUL 
Em São Vicente do Sul, o temporal foi mais intenso por volta de 23h de terça-feira, com queda de granizo e vento forte, com mais intensidade em Passo do França, interior do município. Entre a terça e quarta-feira, não houve registro de casas atingidas, mas na madrugada de terça, três casas tiveram danos. De acordo com a prefeitura, foram mais de 200 mm de chuva registrados desde a segunda-feira no município. A chuva provocou danos em estradas do interior.

TUPANCIRETÃ

Em Tupanciretã, a Defesa Civil atendeu 40 ocorrências para distribuição de lonas. Além de residências, o vendaval destelhou a sede da Polícia Civil e dois galpões. A coordenadora da Defesa Civil, Vânia Vendruscolo Lopes, estima que 150 casas foram atingidas de alguma forma pelas chuvas. Um galpão foi totalmente destelhado. Porém, não foram todos os pontos que encaminharam chamadas. O Corpo de Bombeiros ainda desobstruiu trechos da RS-392, que tiveram árvores caídas. Também houve registro de granizo durante à noite.

SANTIAGO

Em Santiago, a Defesa Civil atendeu três ocorrências para distribuição de lonas em residências atingidas por granizo. De acordo com Paulo Acosta, coordenador do órgão, na madrugada de terça-feira, a Defesa Civil auxiliou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Corpo de Bombeiros para retirada de oito árvores que caíram na BR-287, no trecho entre Santiago e Nova Esperança do Sul. Além disso, na madrugada desta quarta-feira, devido aos fortes ventos, locais da cidade tiveram queda de luz. Até o meio-dia, a energia ainda não havia sido restabelecida em alguns pontos da cidade. No interior do município, postes caíram no Rincão dos Ruivos e no Boqueirão. Os ventos também destruíram a cobertura de seis estufas de plantação no Boqueirão. Assim como em outras cidades, houve registro de granizo e temporal. 

SÃO GABRIEL
Em São Gabriel, as chuvas ainda não causaram estragos. De acordo com o secretário de Segurança e Cidadania, Antônio Vitor Vieira, não foi registrado aumento no nível de água do Rio Vacacaí, que segue sendo monitorado. A expectativa da Defesa Civil é que até o final da semana o rio não cause alagamentos ou deslocamentos da população. O secretário também afirmou que, até o momento, a Defesa Civil atendeu apenas um chamado referente à entrada de água em uma residência da cidade.

ITAARA 
Em Itaara, árvores caíram ao longo da BR-158 e também em estradas do Interior. As aulas nas escolas da cidade foram suspensas por causa do difícil acesso a estradas e vias no município. 

JÚLIO DE CASTILHOS 
Em Júlio de Castilhos, o vendaval associado ao granizo destelhou, pelo menos, sete casas. Também houve queda de árvores e danificou galpões.

SÃO FRANCISCO DE ASSIS
Pelo menos quatro casas foram danificadas desde a madrugada com danos provocados pela queda de granizo. 

UNISTALDA 
Até a manhã desta quarta-feira, quatro casas foram danificadas. 


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190