santa maria

Cadete da Aman é a primeira militar a comandar uma linha de tiro no 4º Batalhão Logístico

Bibiana Chagas foi aluna do Colégio Militar de Santa Maria e hoje, integra a primeira turma do segmento feminino da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman)

Arianne Lima
Foto: Foto: Pedro Piegas (Diário)


Foto: Pedro Piegas (Diário)

De volta a Santa Maria, a cadete de Material Bélico Bibiana Chagas, 25 anos, participou de um momento histórico para o 4º Batalhão Logístico (4º B Log). Ao participar, nos dias 19 e 20 de julho, do tiro de instrução avançado (TIA) dos cabos e soldados, a militar do quarto ano da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) se tornou a primeira mulher combatente a comandar uma linha de tiro no 4º B Log em 76 anos.

Esquadrão Pantera celebra 50 anos de resgate, salvamento e histórias para contar

Para o Diário de Santa Maria, a jovem, que se tornará aspirante a Oficial de Material Bélico em novembro deste ano, conversou sobre a carreira no Exército Brasileiro e o carinho que mantém pelo coração do Rio Grande do Sul. 

LAR, DOCE LAR

Para Bibiana, a chegada a Santa Maria com apenas nove anos foi importante para que encontrasse seu destino. A antiga moradora dos bairros Camobi e Parque Dom Antônio Reis comenta que foi em uma visita com a mãe, a professora Rosangela Sartori Chagas, ao Colégio Militar de Santa Maria em 2007 que tomou uma decisão.  

-A minha mãe trabalhava na Coordenadoria de Educação e ela foi convidada a conhecer a feira de ciências do Colégio Militar. Fui junto e fiquei encantada com a escola. Depois disso, resolvi estudar para o concurso - afirma Bibiana, reiteirando que o senso de disciplina fortalecido pela instituição foi o que permitiu que ela seguisse os próprios sonhos. 

Em 2014, Bibiana ingressou no curso de Direito na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), enquanto aguardava a abertura do edital para Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx). Em 2016, a oportunidade tão esperada chegou. Com a aprovação na EsPCEx, Bibiana passou a estudar em Campinas, no interior de São Paulo. E um ano depois, tornou-se aluna da primeira turma do segmento feminino da AMAN, escolhendo na linha de ensino combatente, o quadro de Material Bélico.

Inscrições para a 36ª Jornada Acadêmica Integrada iniciam na segunda

O desejo de estar em família teria levado a Cadete a retornar a Santa Maria sempre que possível. Nesta oportunidade ligada ao ensino, ela pode receber o carinho dos irmãos Bianca e Roger, além de encontrar antigos colegas do Colégio Militar, para trocar ideias e experiências. 


FUTURO

De acordo com a Cadete de Material Bélico, o Estágio Preparatório do Corpo de Tropa (EPCT) no 4º B Log lhe possibilitou compreender melhor as funções que desempenhará em breve. O serviço envolverá o gerenciamento, principalmente, do armamento e viaturas do exército, assim como a coordenação do trabalho a ser realizado com esses materiais por parte dos militares. 

Entre as explicações sobre uma rotina com treinamentos físicos, divisão de ensinos gerais e profissionalizantes que mantém na Aman, Bibiana destaca alguns profissionais que contribuirão com sua carreira dentro do Exército Brasileiro.  

-Nesses cinco anos de formação, tive muito oficiais que levo como referência. Mas, se eu pudesse citar dois que me ajudaram muito durante esse tempo, seria o Tenente Fiamoncine, que foi meu comandante de pelotão no curso básico. E o Capitão Jesse também, da área de treinamento físico militar. São oficiais que eu tenho como exemplo hoje - comenta.

Auxílio Emergencial do Esporte tem formulário aberto em Santa Maria

Para o futuro, Bibiana espera seguir enxergando o lado positivo de cada situação e continuar representando, ao lado de tantas mulheres militares, a força feminina a serviço do país. Após realizar o Estágio Preparatório do Corpo de Tropa (EPCT) em Santa Maria, ela deve retornar a Resende, no Rio de Janeiro, onde está sediada a Aman.  


Foto: Pedro Piegas (Diário)

Após realizar o Estágio Preparatório do Corpo de Tropa (EPCT) em Santa Maria, Bibiana deve retornar a Aman, no Rio de Janeiro.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190