beirute

Câmara de Comércio Brasil-Líbano cria campanha para ajudar famílias libanesas

Desde explosão em Beirute na semana passada, país está em situação crítica

Natália Müller Poll

Beirute, capital do Líbano, está em situação crítica desde a explosão ocorrida no porto da cidade na semana passada, que deixou centenas de mortos e milhares de feridos e desabrigados. Por isso, a Câmara de Comércio Brasil-Líbano está buscando auxílio financeiro para ajudar essas famílias. De acordo com o professor Paulo Jorge Sarkis, descendente de libaneses de primeira geração, o cenário é de guerra.

- Os dois principais hospitais de Beirute estão desativados ou funcionam parcialmente, o que dificulta no tratamento dos feridos, então qualquer ajuda é de muita importância. Há anos, existe forte ligação entre as nações brasileira e libanesa, em função da grande participação política e social dos libaneses no país - diz.

Ebserh reabre inscrições de processo seletivo emergencial para o combate à pandemia

COMUNIDADE AQUI
De acordo com Sarkis, o Brasil é a maior colônia de imigração do Líbano, podendo chegar ao total de 12 milhões de imigrantes. Só em São Paulo, existem mais libaneses do que em Beirute, que é capital do país.

- As grandes imigrações começaram na década de 1880, por incentivo do Imperador Dom Pedro II, depois de fazer uma viagem para o Líbano. Em Santa Maria, atualmente, são aproximadamente oitenta famílias libanesas - conta.

A explosão, que ocorreu no último dia 4 de agosto, no porto da cidade de Beirute, foi causada pela combustão de nitrato de amônio, que estava alocado em um armazém há seis anos. O incidente deixou ao menos 137 mortos, mais de 5 mil feridos e 300 mil desabrigados - o equivalente quase a toda a população de Santa Maria.

Para 2021, UFSM deve perder R$ 25 milhões

Para ajudar

  • Como - através de depósito bancário de qualquer valor
  • Banco - Bradesco
  • Agência - 099
  • Conta poupança - 302324-9
  • CNPJ - 62.370.887/ 0001-67 (Câmara de Comércio Brasil-Líbano)
  • Para identificar que a sua doação partiu do Rio Grande do Sul - acrescentar cinquenta e um centavos no valor do depósito (Ex: R$ 200,51)
  • Para se identificar como doador (opcional) - enviar comprovante de depósito para o WhatsApp (51) 98122-5151


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190