saneamento

Assinada ordem de serviço para ampliação da estação de esgoto de Santa Maria

Obra deve ser concluída até 2023

18.305


Fotos: Joyce Noronha (Diário)
O prefeito Jorge Pozzobom (ao centro) assinou a ordem de serviçona manhã desta quinta-feira

Camobi está um passo mais perto de ter sua rede de saneamento. Na manhã desta quinta-feira, o prefeito Jorge Pozzobom, o vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, e o diretor de Expansão da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), Júlio Hofer, assinaram a ordem para início da obra de ampliação da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE).  

Obras do esgoto de Camobi devem ser concluídas só em 2023

Na obra serão investidos R$ 26 milhões pelo poder público e a licitação prevê a reformulação e ampliação do sistema de esgoto sanitário da cidade. Para o chefe do Executivo municipal, os transtornos com a obra serão recompensados no futuro, quando a ETE passar a ter capacidade de 500 litros por segundo, o que beneficiará 277 mil pessoas de Santa Maria.

- A gente sabe que obra incomoda e pedimos a compreensão de todos. A população precisa lembrar que agora é um transtorno, mas depois, de tudo pronto, vai ser uma melhoria enorme para a cidade - diz Pozzobom.

Atualmente, a estação instalada no Bairro Lorenzo, Região Sul de Santa Maria, tem capacidade de 260 litros por segundo. Assim, com a conclusão da obra, a capacidade irá quase dobrar. 

O projeto também prevê reformas da estrutura existente com modificação do sistema de aeração e elevação do esgoto bruto, além da implantação do módulo II para tratamento químico do esgoto doméstico.

Saiba como são escolhidos os professores corretores das redações do Enem

O engenheiro Juliano Locatelli representa a Traçado Construções, empresa que integra o consórcio com a DP Barros, responsável pela obra. O consórcio terá até 2023 para concluir o serviço. Locatelli acredita que, agora que a ordem foi assinada, a obra deva iniciar entre 15 a 40 dias.

Na tarde desta quinta-feira, uma comitiva da Corsan visitou a sede do Diário. Acompanhe em vídeo a entrevista do jornalista Deni Zolin com a gestora da Corsan em Santa Maria, Andréia Zanini, o diretor de Expansão, Júlio Hofer, e o superintendente da Corsan no Centro do Estado, José Epstein, sobre a obra de saneamento do Bairro Camobi.

AUMENTO NA ABRANGÊNCIA

O vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, reforçou que a média do tratamento de esgoto nas cidades gaúchas a é de 13%. Já em Santa Maria esse percentual aumenta consideravelmente e chega a 63%. Após a obra na Estação de Tratamento de Efluentes a capacidade passará para 80%.  

- Santa Maria é referência para o Estado na questão do tratamento do esgoto. Nós temos nesse município mais de 60% do esgoto é tratado. E com a obra esse percentual deverá subir a pouco mais de 80%. É um exemplo para todo o país.

Casos de abuso no Lar das Vovozinhas são investigados pelo Ministério Público

Sobre verbas para a obra, Ranolfo afirma que dentro do acordo firmado, o Estado vai cumprir com sua parte.

PREFEITURA CEDE ÁREA PARA A CORSAN
Além de assinarem a ordem de serviço da da obra de ampliação da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), o prefeito Jorge Pozzobom aproveitou a oportunidade para assinar um decreto que permite à Corsan o uso, a título precário e gratuito, de uma área do Município para implantação da ETE no Bairro Presidente João Goulart.

A ação também faz parte da expansão do esgotamento sanitário na cidade.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190