novo recurso

Abertura de leitos no Hospital Regional ainda é uma incógnita

Ontem, governo anunciou R$ 36 milhões

18.386

Foto: Renan Mattos (Diário)

O Hospital Regional de Santa Maria virou, nos últimos anos, sinônimo de anúncio - fossem eles de prazo (de abertura da unidade de 20 mil m² e que custou R$ 70 milhões) ou de liberação de recursos (para compra de equipamentos). Ontem, mais uma vez, o empreendimento, que levou 15 anos entre a idealização à concretização, foi o tema junto ao badalado encontro da 55ª cúpula do Mercosul, em Bento Gonçalves, com a presença do presidente Jair Bolsonaro. 

VÍDEO: moradores elegem a 'pior rua de Santa Maria'

Foi da Serra gaúcha que a alta cúpula do governo federal - tendo a presença, entre outros, dos ministros gaúchos Osmar Terra (Cidadania) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil) -, garantiu a liberação de R$ 36,6 milhões para o Regional. O valor integra um pacote anunciado pela União, que chega a R$ 213,2 milhões, para atender demandas de exames, consultas, cirurgias e, inclusive, a compra de equipamentos e materiais para 85 municípios gaúchos, entre eles, Santa Maria.

A ORIGEM
Os R$ 36,6 milhões fazem parte do que fora anunciado pelo ministro Terra, ainda em outubro, durante passagem por Santa Maria. À época, ele disse que o Regional receberia um total de R$ 50 milhões. A princípio, os R$ 13,4 milhões, ainda não teriam uma previsão de serem liberados. Porém, quando isso acontecer (o que ainda não há data), a cifra serviria para viabilizar e habilitar outros atendimentos. De acordo com o prefeito Jorge Pozzobom (PSDB), que estava presente no evento de ontem, o valor maior (de R$ 36 milhões) possibilitará a aquisição de diversos aparelhos como, por exemplo, o Raio X, hemodinâmica, aparelhos respiratórios, camas hospitalares, entre outros necessários para que a unidade comece a atender a população oferecendo leitos de internação.

Pozzobom afirma que já está sendo tratado com a secretária de Saúde do Estado, Arita Bergmann, para que o processo licitatório para a compra dos equipamento se dê "com toda celeridade necessária". 

- Tudo que era necessário para a compra (de equipamentos), que foi cadastrado pelo Estado junto à União, foi contemplado e aprovado. Então, o termo de referência, que dá embasamento à licitação, está praticamente pronto. Já pedi à secretária (Arita) que a Celic (Central de Licitações do Estado) dê prioridade a essa demanda. Importante, é claro, termos o dinheiro liberado. Mas não descansaremos até que os equipamentos estejam comprados e, na sequência, os leitos abertos. 

Cinco pessoas são denunciadas por triplo homicídio em Santa Maria

O recurso, reforça Pozzobom, já foi repassado ao Fundo Estadual de Saúde, que é ligado à Secretaria Estadual de Saúde (SES). O prefeito diz que o ideal seria que a licitação saísse já neste mês. A SES não deu retorno à reportagem quanto a eventuais prazos. Por meio da assessoria de imprensa, o Instituto de Cardiologia, que faz a gestão do Regional, afirma que observa os trâmites junto à SES quanto aos desdobramentos mais recentes.

LEITOS, CONTUDO, SEGUEM SENDO UMA INDEFINIÇÃO
Até o momento, o Hospital Regional - que está em funcionamento desde julho de 2018 - oferta apenas dois ambulatórios pelo SUS. Um que presta atendimento somente a pacientes diabéticos ou hipertensos. E o segundo, que dá atendimento a pacientes cardiológicos. Já os aguardados leitos, que seriam cerca 270, seguem sendo uma miragem. 

Em outubro, o ministro Terra até chegou a dizer que "se possível já no começo do ano (de 2020), tenhamos os primeiros pacientes internados no Regional". Pozzobom, contudo, afirma que, dessa vez, não se teve um eventual detalhamento: 

- Por nós, o Regional estava funcionando na plenitude, com os leitos abertos, desde sempre.

Entendimento que é endossado, ainda que com uma dose de crítica, pelo deputado estadual Valdeci Oliveira (PT):

- É claro que (R$ 36 milhões) é algo a ser comemorado. Agora, se espera que esse fato seja verdade e se confirme logo ali à frente. Até porque, todo ano, alguém vem com algum anúncio referente ao Regional. Vou estar de olho.

Pela primeira vez, quilombolas terão questionário exclusivo no Censo

Quem também esteve presente na cúpula do Mercosul foi o prefeito de Santiago, Tiago Gorski Lacerda (PP), que avalia o anúncio como "um impactante e importante avanço":

- Esse valor dará vida ao hospital. Isso porque hoje, ele (Regional) oferece apenas dois ambulatórios. Teremos, enfim, um hospital. Sem dizer que se trata de uma demonstração de força política de Santa Maria e região.

A superintendente do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), Elaine Resener, disse "esperar muito com que isso seja verdade":

- É o desejo de Santa Maria e região que isso se concretize. Não se trata apenas em desafogar o Husm, mas de termos mais um hospital à disposição de quem precisa do SUS.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190