Informe comercial

Expressando Arte transforma energia social em superação

O projeto surgiu há nove anos da necessidade de uma variável com muitas dimensões culturais, sociais, educacionais, ambientais e da Educação Criativa

Diogo Brondani


O projeto Expressando Arte surgiu há nove anos através da Fundação Ângelo Bozzetto da necessidade de uma variável com muitas dimensões culturais, sociais, educacionais, ambientais e da Educação Criativa com objetivo de proporcionar aos moradores dos municípios da Quarta Colônia de Imigração Italiana, na região Centro do Estado, um maior contato com o mundo das artes. Educação é uma variável multidimensional. Sua prática, aliada as artes e a cultura, tem a capacidade de transformar toda inércia de um indivíduo e mesmo de uma sociedade em força motriz para se tornar uma pessoa útil para a comunidade, para enfrentar a vida com outro olhar e mais autonomia, segurança, disciplina e respeito, além de construir sonhos completamente realizáveis. O conhecimento é a cura para tudo. Se a criança, a pessoa não tiver acesso ao 'Mundo do Saber', não terá civilidade nem autogestão para chegar a algum lugar de méritos pessoais ou, até mesmo, coletivos.

O projeto Expressando Arte, nessa continuada e renovada edição, se propõe ao plano grandioso de convidar pessoas a se integrarem com o que há de mais atualizado no campo da economia criativa. Para tanto, oferece atividades como ballet clássico e contemporâneo, técnicas circenses, jazz, danças urbanas, dança afro e percussão. Conforme a professora de dança idealizadora do Expressando Arte e consultora da Fundação Ângelo Bozzetto, Maria Maciel, as ações vão além do ensinamento feito nas oficinas. 

- Se pensarmos no desafio que é o aprendizado do ballet clássico, levaremos um cabedal de informações sobre anatomia, postura corporal, disciplina, respeito, limites, conhecimento do mundo erudito, incluindo a música. Se pensarmos no ballet contemporâneo, trabalhamos temas da atualidade para que as pessoas reflitam sobre os problemas sociais que o nosso atual cenário econômico atravessa. Nosso corpo é a maior linguagem sem palavras. Pode traduzir tudo que sentimos num único gesto - destaca a professora. 

Segundo ela, as técnicas circenses cada vez mais englobam o mundo da fantasia e o desenvolvimento da imaginação, trazendo desafios até mesmo polêmicos e, portanto, enriquecedores de beleza visual. Já o jazz e as danças urbanas se apresentam com improvisos, criatividade com recursos teatrais para trabalhar sensibilidade, destreza corporal, sociabilidade, conscientização ambiental. 

- Tudo isso traduz a evolução social paralela pela qual nossa sociedade necessita. Citando as danças afro e a percussão, estamos trabalhando nossa ancestralidade, numa abordagem etno-crono-ética cuja prática deriva da Mãe África, berço de nossa civilização. As danças cênicas, no Brasil, exercem papel fundamental na comunicação da experiência humana universal. O ritmo é a batida do nosso coração. O movimento é a expressão de nossa alma. O projeto Expressando Arte resume tudo isso numa proposta de arte-cultura-educação-sustentabilidade que já deu certo - considera Maria Maciel. 


Inscrições abertas

As aulas em 2019 acontecem nos municípios de Faxinal do Soturno e Silveira Martins e estão com as inscrições abertas. A partir deste mês, o projeto passa ter o patrocínio da Nova Palma Energia por meio do Sistema Pró-Cultura LIC/RS, que possibilitará estender as atividades para a cidade de Restinga Sêca. As inscrições são gratuitas e os critérios para participação é que as crianças e adolescentes em idade entre quatro e 18 anos estejam matriculadas em escola. As oficinas são realizadas na Fundação Ângelo Bozzetto, em Faxinal do Soturno, Escola Estadual Bom Conselho e Escola Municipal Frederico Savegnago, ambas em Silveira Martins, e no Celime de Restinga Sêca. 

Mais informações

- Faxinal do Soturno
Oficinas: Ballet e técnicas circenses Fundação Ângelo Bozzetto
Contato: (51) 3263-3800

- Silveira Martins
Oficinas: Jazz/dança contemporânea e técnicas circenses
Escola Estadual Bom Conselho
Contato: (55) 3224-1201
Escola Municipal Frederico Savegnago
Contato: (55) 3224-1090

- Restinga Sêca
Oficinas: Ballet, danças urbanas, dança afro, percussão e técnicas circenses 
Centro de Esporte, Lazer, Infância e Melhor Idade (Celime)
Contatos: (55) 98442-4596 e (55) 99972-0706 

Projeto Expressando Arte 2019/2020
Realização: Fundação Ângelo Bozzetto
Produção: L.C.Vilanova Projetos
Patrocínio: Nova Palma Energia
Financiamento: Sistema Pró-Cultura Lic/RS
Apoio: Prefeituras de Faxinal do Soturno, Silveira Martins e Restinga Sêca



fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
atendimento@diariosm.com.br
ouvidoria@diariosm.com.br
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190