retorno presencial

VÍDEO: com rotina diferente, alunos voltam às aulas na Educação Infantil

45 instituições estão autorizadas a receber presencialmente as crianças, mas nem todas começaram hoje

18.406
Foto: Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Depois de sete meses sem aulas presenciais, os alunos das escolas de Ensino Infantil da rede particular puderem voltar às escolas nesta segunda-feira. No total, 45 instituições têm autorização do Centro de Operação de Emergência em Saúde para a Educação (Coe-e), mas nem todas já retomaram as atividades. Algumas devem retornar nesta quarta, enquanto outras ainda não têm uma data definida. 


Na escola Eu Adoto Montessori, no Bairro Camobi, aos poucos, os pequenos chegavam para o primeiro dia de retomada das aulas. Durante a manhã, foram estipulados dois horários de entrada para que não houvesse aglomeração. Os períodos de permanência na escola também foram menores para que os alunos possam se adaptar ao ambiente e para que os que desejam voltar às aulas possam estar na escola com segurança.

Inscrições para vagas remanescentes do Fies são retomadas nesta segunda-feira

Na entrada, os alunos passam por medição de temperatura e precisam trocar os sapatos por um par limpo, que deve ser levado de casa. Os pais não podem passar deste local. A professora faz a recepção do estudante que, de máscara e após fazer a higienização com álcool gel, é levado para a sala de aula. Nos ambientes, todos demarcados no chão com o espaçamento necessário, a higienização é constante, e poucas crianças ocupavam cada espaço.

A engenheira Mariana de Moraes Righi, mãe de uma aluna de 2 anos, conta que começou a levar a filha na manhã de hoje. Por enquanto, levará em horários mais espaçados para adaptação, mas a ideia é que, com o tempo, aumentar a frequência na escola.

Na Escolinha Carinha de Anjo, também em Camobi, o cenário foi parecido. Logo na entrada, os alunos higienizam os pés em um tapete e as mãos com álcool gel disposto em um totem. Em seguida, é checada a temperatura corporal. Depois, é feita a limpeza na mochila e, por fim, a criança é levada para a sala. Segundo uma das proprietárias, Carla Güntzel, neste primeiro turno, uma aluna estava na escola. Em ambas instituições, os ambientes são sanitizados com frequência, sempre antes de haver troca de crianças em cada sala.

Pesquisa internacional aponta que professores no Brasil são mal pagos e desrespeitados

- Nós tínhamos a expectativa de que seria um dia diferente, tínhamos horário diferente, e isso fez com que a gente se organizasse melhor. Quando chegou a primeira aluna, a gente percebeu que ela estava muito preparada. A família orientou a criança, foi bem natural, e ela está super tranquila - conta Letícia Proensa, uma das proprietárias da escola.

DECRETO
O retorno das atividades presenciais na Educação Infantil está amparado no decreto 224/2020, republicado no dia 21 de outubro. O documento estabelece que as atividades ocorram das 8h às 13h e das 13h às 19h ou em turno único, das 8h às 18h. Além disso, funcionários devem fazer uso de máscara facial modelo N95 de proteção e de face shield. 

O inciso que tratava sobre a preparação de lanches na escola foi suprimido. Com isso, segundo o documento atualizado, a preparação de lanches na escola fica à critério de cada instituição.  

Ainda conforme o documento, a escola precisa continuar oferecendo atividades remotas e, cabe aos pais e responsáveis dos estudantes, decidir voltar ou manter aulas a distância. 

CONTRA RETOMADA 
Um ato em frente à prefeitura de Santa Maria pedia, nesta segunda-feira, para que o prefeito mantivesse o decreto que suspende a volta às aulas nas escolas municipais e estaduais na cidade. Estiveram presentes representantes dos professores estaduais (Cpers/Sindicato), do Sindicato dos Professores Municipais de Santa Maria (Sinprosm) e do Fórum de Diretores da região. Uma reunião com o líder do Executivo ficou marcada para esta quinta-feira. As entidades alegam que as escolas não possuem equipamentos de proteção individual (EPIs) ou recursos humanos suficientes para a retomada com segurança.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190