deni zolin

Travessia lenta, à espera de verbas

Para duplicação das BRs ser totalmente concluída ainda é preciso R$ 15 milhões a mais do que o previsto no orçamento

Com a sanção do presidente Jair Bolsonaro ao Orçamento de 2021, na quinta-feira, agora a expectativa é que, nas próximas semanas, saia a liberação oficial de verbas, por meio dos chamados empenhos, permitindo que as obras da Travessia Urbana voltem a acelerar. Elas ficaram paradas, no começo de janeiro, devido às férias, mas depois foram retomadas em ritmo muito lento, com poucos funcionários, porque, em 2021, o governo federal não liberou verbas antes da aprovação do Orçamento, como ocorria em anos anteriores. Mesmo que os empenhos com garantia de dinheiro forem assinados no início de maio, já serão praticamente quatro meses de atraso da obra neste ano, pois pouco foi feito.

Dessa forma, a duplicação da Travessia Urbana, que começou em 16 de dezembro de 2014 e tinha previsão inicial de ser concluída até o final de 2017, deve agora avançar ao longo de 2022. A intenção do Dnit de concluí-la até o final de 2021 não é impossível, mas pouco provável.

No Orçamento de 2021, foram aprovados R$ 33,6 milhões mais R$ 5 milhões de emendas parlamentares da bancada gaúcha. Ficou R$ 5 milhões a menos do que o pedido feito pelo Dnit. Com isso, a tendência é que ainda seja preciso conseguir, pelo menos, mais R$ 15 milhões para que a duplicação seja totalmente concluída, o que até pode ser tentado ainda este ano por meio de remanejamento de verbas.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190