pesquisa

Setor de Turismo deve demorar sete anos para superar impactos da pandemia, aponta pesquisa

Com lenta recuperação, trade turístico acredita em crescimento em 2022

Desde que o isolamento social virou uma das recomendações sanitárias, em todo o mundo, para a prevenção contra transmissão do novo coronavírus, o setor de turismo sentiu os impactos oriundos da diminuição de viagens e hospedagens.

Butantan entrega 2 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde

Segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT), o impacto da Covid-19, é tão grande que a recuperação do cenário no segmento pode levar entre cinco e sete anos. Existem diversos tipos de turismo como cultural, de negócios, sustentável e interno. Destes, o segmento cultural foi o mais impactado na pandemia da Covid-19, segundo a pesquisa Turismo sustentável: Impactos da crise no setor do turismo cultural.

Realizado pela embaixada da França no Brasil, em parceria com o Consulado da França em Recife e as Alianças Francesas de Salvador, Recife e Fortaleza, o levantamento apontou que 70% dos profissionais e das empresas que trabalham com turismo não se sentem preparados para atravessar o momento desafiador.

Como possíveis soluções, gestores de turismo ouvidos pela pesquisa apontaram: criação de editais específicos para o segmento com apoio do poder público; créditos para adequação das condições do setor para os novos protocolos de segurança e maior capacitação dos profissionais do trade turístico.

- Os profissionais que trabalham com turismo falam na recuperação ao longo de 2021, mas quase 22% acham que será ao longo de 2022. Com esse novo contexto, algumas atividades modificaram o setor de turismo e as vendas on-line vieram como estratégia de reconfiguração - explica o professor Adriano Sampaio, coordenador do Grupo LOGOS - Comunicação Estratégica, Marca e Cultura, responsável pela pesquisa.

Retorno das aulas estaduais tem baixa adesão de alunos em Santa Maria

A aposta para o reaquecimento do setor turístico no Brasil é o turismo interno. Em 2019, 96% das viagens foram feitas no próprio país e sua continuidade é bem-vista pelos profissionais do ramo. Nesse cenário, o turismo sustentável, que se destaca muito no Brasil, é a aposta do segmento para o pós-pandemia.

*Com informações da Agência Educa Mais Brasil


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190