nova data

Governo vai propor retomada de aulas presenciais a partir de setembro

A proposta inicial, 31 de agosto, foi rejeitada pelos prefeitos e associações de municípios

18.398

Foto: Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (divulgação)

A proposta inicial do governador Eduardo Leite (PSDB) de retomar as aulas presenciais a partir de 31 de agosto, de forma gradual e escalonada, foi rejeitada pela maioria dos prefeitos gaúchos. Uma pesquisa da Famurs apontou que a maioria dos entrevistados acha prudente esperar para a volta das atividades em sala de aula. 

Nesta terça-feira, o secretário de Articulação e Apoio aos Municípios, Agostinho Meirelles, informou ao final do encontro que o Estado vai manter a proposta de retomada do ensino público e privado de forma gradual e escalonada, mas estabelecerá novo prazo, ainda não definido, a partir de setembro e não mais em 31 de agosto. A nova data será definida pelo governador Eduardo Leite na reunião de quinta-feira com o colegiado do executivo. A retomada ficará, provavelmente, para a primeira quinzena de setembro nos últimos dias do inverno.  

A decisão atende a pedidos de municípios encaminhados por meio do presidente da Famurs, Maneco Hassen. Nova reunião sobre o tema será realizada dia 1º de setembro.

O secretário reforçou no encontro que o calendário do retorno das aulas presenciais pelo Estado é facultativo e a decisão final cabe, pela ordem, aos municípios e aos pais responsáveis pelas crianças. 


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190