escolas

Colégios particulares aguardam decretos para definir a retomada das aulas

Com quase dois meses de suspensão, atividades presenciais da rede privada de educação ainda não retornaram

Natália Müller Poll
Foto: Foto: Renan Mattos (Diário)


Foto: Renan Mattos (Diário)

No decreto estadual que foi divulgado em 30 de abril pelo Governador Eduardo Leite, ficou definido que as aulas da rede pública em universidades e escolas estaduais e municipais permanecem suspensas no Rio Grande do Sul pelo menos até junho. Na ocasião, o governador anunciou que ao longo do mês de maio, seriam estabelecidos os protocolos necessários para que alunos, professores e servidores possam retomar as aulas com segurança.

Nove dos 10 leitos de UTI adultos Covid-19 do Husm estão ocupados

Colégios particulares aguardam estas definições para delinear uma previsão de retomada das atividades. Segundo assessoria de comunicação do Sindicato do Ensino Privado (Sinepe), o governo estadual vai lançar um decreto em relação à educação privada, levando em conta o risco de contágio de cada cidade, mas cada instituição poderá obedecer decreto das prefeituras municipais.

A Prefeitura de Porto Alegre, por exemplo, prorrogou a vigência do Decreto Municipal que determina suspensão de todas as atividades escolares presenciais até o dia 31 de maio.

Fisioterapeuta de Santa Maria é primeira gaúcha selecionada para força-tarefa em Manaus

Em nota publicada no site oficial, o Sinepe recomenda que as instituições de ensino sigam os decretos municipais. "Provavelmente esses decretos terão como base a análise dessas bandeiras e poderão ser atualizados conforme a velocidade de avanço do vírus, estágio de evolução da doença, incidência de novos casos e capacidade hospitalar de atendimento", explica o presidente do Sinepe, Bruno Eizerik.

O que dizem as escolas particulares de Santa Maria
A reportagem entrou em contato com alguns colégios privados de Santa Maria para saber se existem expectativas para a retomada das aulas presenciais na cidade. Centenário, Fátima e Marista Santa Maria seguem sem previsão de retornar com as aulas presenciais. Todas aguardam orientações oficiais.

O Colégio Fátima permanece com as orientações do decreto do dia 30 de abril. De acordo com a sua assessoria:

- A escola segue orientações do Sinepe, então está aguardando comunicado oficial do sindicato -

O Colégio Metodista Centenário permanece com atividades remotas por tempo indeterminado. Segundo sua assessoria:

- No Centenário as aulas ainda permanecem suspensas. Para o retorno das atividades presenciais, seguiremos as orientações dos órgãos oficiais -

Estado vai usar dados de telefonia para monitorar aglomerações

O Colégio Marista Santa Maria continua com a dinâmica pedagógica das atividades domiciliares e aguardam publicação oficial do Decreto Estadual com as orientações para o Ensino Privado. A assessoria da escola afirma:

- Este documento vai balizar as definições do Município. Paralelo a isso, integramos um grupo de trabalho organizado pela Prefeitura que envolve escolas municipais, estaduais e privadas de Educação Básica para montar um protocolo municipal único para o retorno às atividades letivas -

Em comunicado oficial, o Colégio Riachuelo diz que só retomará suas atividades presenciais quando tiverem condições adequadas para isto e reitera: "as atividades pedagógico-domiciliares seguem sendo realizadas em todos os níveis de ensino. Por fim, nossos calendários serão reajustados a partir da normalização da situação atual".


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190