educação

Atividades na rede municipal devem retornar, remotamente, na segunda quinzena de junho

Desde o começo de maio, professores e servidores da área passam por um processo de formação para viabilizar o atendimento remoto aos estudantes

18.389

Foto: Renan Mattos (Diário)

Após o anúncio feito pelo governo do Estado sobre o retorno das atividades remotas de forma gradual na rede pública e privada de ensino, em etapas, a partir da próxima semana, a expectativa voltou-se, também, para a rede municipal. De acordo com a secretária de Educação de Santa Maria, Lúcia Madruga, o retorno, também com atendimento remoto, deve ocorrer na segunda quinzena de junho.  

Estudantes de licenciatura já podem conferir resultado de seleção da Capes

Desde o começo de maio, professores e servidores da área passam pelo processo de formação on-line, com discussões de metodologias e formas pedagógicas que viabilizem o atendimento remoto aos estudantes. Esse processo deve continuar até o final de junho.

Escola de educação infantil promove drive-thru solidário

- Nos primeiros meses, março e abril, não fizemos a formalização via rede municipal das atividades, mas várias escolas fizeram voluntariamente seu trabalho. As horas do professor nesse período vão ser computadas depois. Estamos criando as diretrizes gerais para compreender esse trabalho remoto e entender o que entra. Eu acho que uns 15 dias é suficiente para a gente ter esse regramento - aponta Lúcia.

Lavras do Sul tem dois casos confirmados de coronavírus

Segundo a secretária, uma instrução normativa que regra o trabalho remoto do professor foi elaborada no começo de maio, quando as formações começaram. Outro fator que está em discussão e elaboração junto às 76 escolas municipais é o estabelecimento de um currículo emergencial, que servirá de base para a realização dos trabalhos. O cronograma deve ficar pronto até a próxima semana.

Hospital de São Gabriel contará com leitos de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19

- Também estamos fazendo uma experiência piloto com as escolas do campo, porque nós entendemos que é a situação mais complexa que a gente tem, do ponto de vista de chegar até o aluno, do acesso a todos. Mas o trabalho presencial na rede municipal de ensino não tem prazo para retornar. Acho que foi bastante salutar essa apresentação do Estado, que coloca esse escalonamento, pois era o que já estávamos trabalhando.

Enquanto o atendimento remoto ao aluno é feito, durante junho e julho a secretaria municipal irá implementar o uso de ferramentas de educação on-line, como o Google Classrom, um aplicativo gratuito que cria ambientes virtuais, e o Aprimora, uma plataforma de aprendizagem da Positivo.

- Imaginamos que em agosto a gente consiga dar início a esses segmentos que estamos projetando. Até lá, temos esses pilotos. Quando esse momento chegar (de implementação das plataformas), vamos priorizar alguns setores, como o espaço da alfabetização, e aqueles que têm que concluir o 9º ano. A caminhada da rede municipal tem sido de cuidado com os alunos, professores e servidores, e isso não combina com precipitação. Temos respirado fundo e vamos fazer uma coisa de cada vez - diz Lúcia.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190