santa maria

52 escolas municipais não vão reabrir para retomada presencial nesta terça-feira

Locais tiveram adesão de todos os professores à greve ambiental. Aulas remotas são mantidas

Leonardo Catto
Foto: Foto: Renan Mattos (Diário)

Foto: Renan Mattos (Diário)

Esta terça-feira é a data prevista para a retomada das atividades presenciais da Educação Infantil e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental na rede municipal. O Sindicato dos Professores Municipais de Santa Maria (Sinprosm), contudo, definiu por uma greve ambiental - em que as atividades são mantidas apenas de modo remoto. Segundo o sindicato, 65% do magistério aderiram à mobilização.

Projeto que propõe combate à violência contra mulheres nas escolas é protocolado na Câmara

O dado é relativo ao número de matrículas de professores e não ao total de grevistas. Há educadores que utilizam mais de uma matricula por lecionar em mais de uma escola. Porém, o estimado pelo Sinprosm é de que 52 das 80 escolas municipais não vão ter atividades presenciais nesta terça-feira. Isso representa 64% das instituições de ensino do município.

Há, ainda, escolas que estão em obras ou não tiveram seu plano de contingência aprovado, o que impossibilita a reabertura. Os docentes destas escolas não estão contabilizados no percentual de adesão.

A assembleia que determinou a greve ocorreu em 10 de maio, depois que a proposta de calendário foi apresentado à categoria. A demanda dos profissionais é pela não retomada do ensino presencial, autorizado pelo governo estadual, sem a vacinação de trabalhadores da educação.

- Ouvimos relatos preocupantes de escolas sem a estrutura necessária e professores amedrontados em voltar em meio a essa situação, onde os números estão longe de serem tranquilos - argumenta a coordenadora de Comunicação e Formação Sindical do Sinprosm, Celma Pietczak.

Santa Maria tem duas ações de vacinação contra Covid-19 nesta terça-feira

O restante do calendário municipal prevê a retomada de outros anos ainda para maio. Na próxima quinta-feira, voltam para as escolas que tiveram atividades as turmas de 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental. As aulas presenciais do 6º ao 9º ano e EJA estão previstas para semana que vem, em 24 de maio.

Segundo a secretária municipal de Educação, Lúcia Madruga, a aquisição de materiais para o processo de retorno presencial teve início ainda no ano passado. O entendimento é que a retomada não seja totalmente impactada por essa greve.

O retorno é facultativo e escalonado de modo que não haja lotação de alunos nas escolas. Desde o final de fevereiro, a prefeitura disponibilizou um formulário online para que os responsáveis preenchessem o interesse de retomada ou não do ensino presencial.

VACINAÇÃO
Uma das demandas dos professores, a nível municipal e estadual, é a retomada somente depois da vacinação de trabalhadores das escolas. Recentemente, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) e o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) decidiram que os municípios poderiam usar doses que sobraram dos grupos de comorbidades para a educação. Entretanto, o Estado recuou na decisão depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) proibir a vacinação de professores no município gaúcho de Esteio. Na região, Restinga Sêca e Cruz Alta chegaram a aplicar doses em professores.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190