finanças

VÍDEO: Minimercados acumulam prejuízos durante a pandemia

Pesquisa realizada pela Fecomércio do Estado aponta a crise vivida pelo setor

18.404
Foto: Foto: Renan Mattos (Diário)

Foto: Renan Mattos (Diário) /

Em tempos de pandemia, com irreversíveis perdas para o setor do comércio e serviços, o setor de supermercados foi pouco afetado pelas medidas que foram impostas para conter a proliferação do vírus. Como serviço considerado essencial, eles nunca fecharam completamente as portas. Entretanto, os minimercados não fazem parte desse escopo que saiu praticamente ileso. Pesquisa realizada pela Fecomércio do Rio Grande do Sul com 385 estabelecimentos de pequeno porte do Estado mostra que 83% do segmento teve perdas durante o período.

Grupo recebe doações de agasalhos e alimentos para pessoas em situação de rua

- Permanecer aberto durante todo esse período foi uma vantagem em relação a outros negócios Entretanto, os números nos mostram que a maioria dos minimercados teve perdas no período. Não existe fórmula pronta para o sucesso, mas existe a receita do insucesso: não fazer nada para mudar - afirma o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn.

Proprietária do minimercado A Lenda, na Rua Silva Jardim, Fátima Trindade, 55 anos, afirma que o movimento caiu mais de 60% durante o período.

Pastora Lorena volta à Câmara de Vereadores de Santa Maria

- Eu ganhava muito na parte da madrugada. Como não posso mais abrir, as coisas estão indo devagar, quase parando. Não tenho como competir com os mercados grandes trabalhando no mesmo horário - constata.




fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190