contatos Assine
Opinião: Deni Zolin

PagSeguro também repassará valor da compra instantaneamente aos lojistas

23 Abril 2019 07:00:00

Colunista Deni Zolin avalia o que há por trás da decisão das operadoras e máquinas de cartão

Deni Zolin
Foto: Foto: Lucas Amorelli (Arquivo Diário)

Foto: Lucas Amorelli (Arquivo Diário)

A polêmica disputa entre operadoras de máquinas de cartão ainda vai longe e tem mais novidades. A PagSeguro, do UOL, anunciou ontem que, a partir de 1º de maio, os comerciantes poderão receber de forma instantânea as vendas pagas por clientes por meio de cartões de crédito e débito. Isso valerá para lojistas e pessoas físicas que utilizam seus terminais para pagamentos em cartões de crédito à vista, parcelado e no débito, com custo de liquidação de um dia. Já a SafraPay anunciou na sexta que zerou a taxa de antecipação para os lojistas, sobre vendas pagas com cartões de crédito à vista e parcelado.

Rede zera taxa e abre disputa entre operadoras de máquinas

Na realidade, a Getnet, do Santander, foi a primeira a reduzir a taxa para 2% e foi seguida pela Rede, do Itaú Unibanco, que zerou o percentual. Aparentemente, pode ser um benefício aos lojistas, pois poderão receber os valores de suas vendas quase imediatamente sem pagar taxa de juros ou pagando menos pela antecipação do recebimento - caso contrário, teriam de esperar 30 dias para receber, como era o padrão dos contratos com máquinas de cartão. O mercado aguarda se a Cielo, do Banco do Brasil e Bradesco, tomará medida semelhante.

O QUE HÁ POR TRÁS DESSAS DECISÕES?
Por trás dessa briga das máquinas de cartão pode haver outros interesses. O Cade, do governo federal, abriu investigação para avaliar a conduta da Rede de ter zerado a taxa a partir de maio. A Associação Brasileira de Instituições de Pagamentos (Abipag) divulgou nota em que diz que a medida do Itaú Unibanco é um "ato anticompetitivo com o objetivo de destruir as fintechs (novas empresas do setor) e inibir a competição" no mercado de maquininhas. A entidade alega que seria "uma venda casada e uma política de preços predatória", pois a taxa foi zerada só para quem usa as maquininhas de cartão da Rede e tem conta no Itaú Unibanco. Já ouvi lojista dizer que será trocar seis por meia dúzia, pois se livrará da taxa de antecipação, mas terá de pagar anuidades e outras taxas do banco, o que pode ser a estratégia das instituições bancárias.

Cade vai investigar Rede por zerar taxa para uso de máquina de cartão

"Ao invés de competir com as fintechs e insurgentes melhorando seus produtos e o serviço oferecido aos clientes, a estratégia do Itaú, com a Rede, é de usar seu poder econômico de forma abusiva para inibir a competição e restaurar o status de monopólio", diz o presidente da Abipag, Augusto Lins, que é diretor de uma das atingidas, a Stone. A briga é entre lobos!


fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
atendimento@diariosm.com.br
ouvidoria@diariosm.com.br
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190