benefício

Governo detalha calendário de pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial

Além disso, foi divulgado o cronograma para quem ainda precisa sacar a 1ª parcela

18.379

Após divulgação do calendário do pagamento da 2ª parcela do Auxílio Emergencial de R$ 600, o governo federal realizou uma live na tarde desta sexta-feira para detalhar o cronograma e novidades a respeito do pagamento do benefício. Na quarta-feira, os nascidos em janeiro e fevereiro serão os primeiros a receber, e assim por diante.

Veja o cronograma montado para o pagamento da 2ª parcela:


Quem recebeu a 1ª parcela até 30 de abril, e não recebe Bolsa Família, terá o crédito da segunda parcela depositado em poupança social digital a partir de quarta-feira, 20 de maio, de acordo com a data de nascimento. A partir desta segunda-feira, recebem também os cadastrados no Bolsa Família, de acordo com o calendário de pagamento deste benefício, e a partir do dia 30 de maio começa o pagamento em espécie.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, mais de 59 milhões de brasileiros já receberam a primeira parte do pagamento.

Além disso, aqueles que ainda buscam atendimento referente à primeira parcela também precisam ficar atentos ao calendário, que inicia na terça-feira para nascidos em janeiro. No sábado, dia 23, haverá maior concentração de pagamentos: para nascidos em maio, junho e julho. Porém, segundo o presidente da estatal, não haverá pagamento do bolsa família neste dia, o que facilitará o fluxo nas agências. Quem não puder receber no dia referente ao seu mês de nascimento, pode ir à agência nos dias seguintes. Já neste sábado as agências da Caixa não terão atendimento.

DIGITALIZAÇÃO
Pedro Guimarães também afirmou que serão abertas contas digitais para todas as pessoas beneficiadas, incluindo aquelas que não tinham conta da Caixa antes do auxílio emergencial. A exceção será, em um primeiro momento, para os cadastrados no Bolsa Família.

- Não abriremos para que não tenhamos confusão. Essas pessoas tem menos informação - explicou o presidente da estatal

Segundo Guimarães, mais da metade das pessoas na fila dos bancos durante o primeiro cronograma não tinham o direito de receber o auxílio.

MEDO DE GASTAR
Ao final de sua fala, o presidente da Caixa citou que muitas pessoas tiveram receio de realizar compras com o dinheiro do auxílio com medo de que o governo retirasse o benefício. Apesar disso, ele ressaltou que não há possibilidade de "cancelamento".

- Se for comprar liquidificar, batedeira, não tem problema nenhum. O dinheiro é seu e você decide onde quer gastar ou não gastar - destacou.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190