antes da páscoa

FOTOS + VÍDEO: piscicultores calculam prejuízos nesta Semana Santa em Santa Maria

Estiagem e coronavírus devem diminuir a venda de peixes neste ano

18.398

Fotos: Renan Mattos (Diário)

Faltando poucos dias para Semana Santa, época em que, tradicionalmente, o consumo de carne de peixe chega ao maior índice do ano, as perspectivas não são boas para os piscicultores de Santa Maria. Uma combinação de dois problemas - a pandemia de coronavírus e e a estiagem que se prolonga desde dezembro - deve reduzir a produção e as vendas em até 70%, nas projeções mais pessimistas.

Sobe para 385 o número de casos confirmados de coronavírus no RS

Na Piscicultura Bela Vista, no Distrito de Arroio Grande, 27 dos 53 tanques estão secos - e nos demais, o nível é baixo, e a perspectiva é de que mais sejam esvaziados nas próximas semanas.

- Tenho muito açude seco. Não tenho nem ideia de quanta chuva seria necessária para tudo voltar ao normal. A qualidade da água não é a mesma já. O próprio peixe não desenvolve como em outros anos. Essa área tem 16 anos, e nunca tinha acontecido uma situação dessas - explica Sérgio Dal Piva, proprietário da piscicultura e presidente da Associação de Piscicultores de Santa Maria.

Com aumento da demanda, linhas de ônibus serão ampliadas

Dal Piva estima uma redução de 70% nas vendas durante a Semana Santa. Pela seca e pelo receio de contágio do coronavírus, o produtor não vai participar da Feira do Peixe Vivo, que ocorre entre 6 e 10 de abril. No período, Dal Piva vai manter apenas um ponto de venda em Camobi. O produtor, que já chegou a comercializar 10 toneladas de peixe em edições passadas, acredita que as vendas desse ano não cheguem a duas.

- Calculo de um ano e meio a dois anos para normalizar tudo. São ciclos. Em dois anos conseguimos renovar toda a produção com uma boa qualidade de água - estima.

Já outros produtores acreditam em perdas menores, mas ainda significativas.

- Acredito que tenha acontecido uma perda em torno de 25% na produção, devido a estiagem. A água aquece muito e alguns peixes acabam morrendo - explica Paulo Schuster, da Piscicultura Schuster.

O piscicultor aposta nas boas vendas da Semana Santa para enfrentar a crise do setor.

Quais as regras para que as lojas possam funcionar na cidade

FEIRA DO PEIXE VIVO
A tradicional Feira do Peixe Vivo vai acontecer em 2020, mas com alterações devido à pandemia do coronavírus. A edição deste ano não será no Largo da Gare, como ocorria tradicionalmente, mas em bancas espalhadas por diversos pontos da cidade (veja abaixo), com o objetivo de evitar aglomerações. A Feira ocorre entre a segunda e sexta-feira da próxima semana. 

- De alguma forma vamos procurar levar para a população o peixe que tanto é apreciado, principalmente nessa época. Estamos fazendo as feiras descentralizadas. Faremos espalhado pela cidade, cada produtor em um ponto específico, respeitando todas as orientações - explica Barreto.

Santa Maria tem 15 novas suspeitas de coronavírus

As bancas estarão espalhadas e será respeitada a distância mínima entre comerciantes e consumidores. A fila também será com distanciamento de dois metros, e se estuda o atendimento por fichas.

- Já sentamos com os produtores, eles estão bem conscientes disso, todo mundo está bem preocupado com a questão da aglomeração de pessoas, e também com a questão de respeitar o decreto da prefeitura - conta o secretário.

Além da feira, o Caminhão do Peixe, que atualmente está com as atividades suspensas, vai circular por diferentes pontos da cidade (os locais serão divulgados nos próximos dias) entre 6 e 10 de abril.

A prefeitura ainda não divulgou os horários (que, de acordo com o decreto, devem ser reduzidos a apenas um turno de quatro horas) e os tipos de peixes ofertados.

PONTOS DE VENDA

  • Rua Eugênio Mussoi, na Vila Santos (no Bar Sodré)
  • Faixa Nova de Camobi, ERS-287 (ao lado do Posto Santa Lúcia)
  • Faixa Velha de Camobi, ERS-509 (próximo da Caixa Econômica Federal)
  • Rodovia do Imigrante, Faixa de Silveira Martins (distante 4 Km da rotatória para Silveira Martins)
  • Avenida Paulo Lauda (no Centro Comunitário Tancredo Neves )
  • BR-158, Faixa de Rosário (2 Km depois da segunda ponte do Bairro Tancredo Neves)
  • Avenida Walter Jobim (junto à Aurora Máquinas)
  • Rua Marechal Deodoro, 43 (próximo a Cyrilla, em frente ao semáforo)
  • Rua Venâncio Aires (em frente ao Mercado Brutti)
  • Avenida Borges de Medeiros (próximo à rotatória da Salgado Filho)
  • BR-158, Faixa de Rosário (junto à ponte do Passo do Raimundo, próxima da Fruteira Feltrin)
  • Rua Venâncio Aires, 579 (entre Borges de Medeiros e Appel)

*Colaborou Felipe Backes

Imagens


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190