segurança

Dicas para fugir de tentativas de golpe e fraude com o auxílio emergencial

Caso de estelionato com o benefício foi registrado em Cruz Alta. Caixa alerta que não envia e-mails nem mensagens aos cidadãos

18.297
Foto: Foto: Marcelo Cassal Jr (Agência Brasil)

Foto: Marcelo Cassal Jr (Agência Brasil)

Um caso de estelionato envolvendo o pagamento do auxílio emergencial foi registrado na última terça-feira em Cruz Alta. De acordo com a ocorrência policial, a vítima acredita que a conta de acesso ao benefício foi hackeada após o recebimento de um e-mail supostamente da Caixa. Entretanto, o banco faz um alerta e afirma que não entra em contato com os cidadãos por e-mail, mensagens ou ligações. 

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima foi até o banco receber o valor do benefício, mas ao chegar foi informada que o saque já havia sido feito. Ela alega que não havia sacado o dinheiro nem autorizado outra pessoa a fazê-lo. Na delegacia, ela informou que teria recebido um e-mail com a solicitação do código para rastreamento da transação financeira. Após enviar o código, ela perdeu o aceso ao aplicativo Caixa Tem e posteriormente não conseguiu sacar o auxílio. 

O banco explica ainda que qualquer suposto contato pode ser caracterizado como tentativa de fraude. Nesse caso, é possível fazer uma denúncia pelos telefones 121 ou 0800-7070-2003, pelo site da ouvidoria do governo federal ou ir pessoalmente reportar o caso em uma agência da Caixa. além de registrar ocorrência.

COMO CONFERIR DADOS
O governo disponibiliza um site onde é possível consultar se os seus dados estão sendo utilizados em uma possível fraude. Ao entrar na página (clique aqui), basta digitar o CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Caso não tenha sido pedido o auxílio ou o requerimento ainda não tenha sido recebido pela Dataprev - que é quem faz a análise do cadastro - o portal irá informar que o requerimento não foi encontrado

Já se foi solicitado o auxilio emergencial, o site deve informar uma das quatro respostas: benefício aprovado - nesse caso, basta acompanhar o calendário de pagamento para fazer o saque do valor; benefício não aprovado, quando o cidadão não é elegível ao benefício; requerimento retido, ou seja, um novo processamento de informações deverá ser realizado pelo Dataprev; ou dados inconclusivos, caso haja problemas identificados no sistema.

Por meio de nota, a Caixa informou que o setor de segurança do banco faz monitoramento e mapeamento de ocorrências, em colaboração com órgãos de Segurança Pública, para coibir esse tipo de fraude. No site do banco, tem mais dicas de segurança. Ainda conforme a Caixa, contestações de saques podem ser formalizadas pelo beneficiário supostamente prejudicado, em qualquer agência. A. Após análise, nos casos em que for comprovado eventual saque fraudulento, o beneficiário será ressarcido.

PERCENTUAL DE FRAUDES É BAIXO
Na tarde desta quarta-feira, durante live, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que o número de fraudes já identificadas no pagamento do benefício é pequeno e está abaixo do esperado pelo banco. 

- O percentual de fraude que temos no pagamento é muito baixo. Dos 60 milhões que estamos pagando, o número de fraudes é menos de 0,001%, exatamente por causa da tecnologia, do cuidado da Caixa e pela própria índole dos brasileiros - respondeu Guimarães após ser questionado sobre relatório preliminar do Tribunal de Contas da União (TCU), divulgado pelo jornal O Estado de S. Paulo, identificar que 8,1 milhões de pessoas tenham recebido de forma indevida o benefício.

O presidente explicou ainda que o banco é responsável somente pelo recebimento dos cadastros e pelo pagamento - de R$ 600 ou R$ 1,2 mil, dependendo do caso. A análise dos dados e a comparação com os dados oficiais do governo é feito pelo Dataprev e Ministério da Cidadania. 

CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DA SEGUNDA PARCELA

  • 30 de maio: nascidos em janeiro
  • 1 de junho: nascidos em fevereiro
  • 2 de junho: nascidos em março
  • 3 de junho: nascidos em abril
  • 4 de junho: nascidos em maio
  • 5 de junho: nascidos em junho
  • 6 de junho: nascidos em julho
  • 8 de junho: nascidos em agosto
  • 9 de junho: nascidos em setembro
  • 10 de junho: nascidos em outubro
  • 12 de junho: nascidos em novembro
  • 13 de junho: nascidos em dezembro


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190