Novo Caged

Desde abril, indústria e construção civil mais empregaram do que demitiram na cidade

Somente em junho deste ano, venda de imóveis aumentou em 8%, além de 12% a mais na geração de empregos

18.302
Foto: Foto: Pedro Piegas (Diário)

Foto: Pedro Piegas (Diário)
Junho deste ano registrou alta na venda de imóveis

Embora a sombra do desemprego ainda paire à cidade por conta da crise econômica atravessada pela pandemia do novo coronavírus, um saldo positivo de, pelo menos dois setores da economia, podem ser animadores para Santa Maria: o da indústria e o da construção civil. O cenário ainda é longe do ideal, mas segundo dados Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), divulgados pelo Ministério da Economia na última sexta-feira, as duas áreas mais empregaram do que demitiram, e o mês de julho fechou com o maior número de empregos criados dos últimos quatro meses.

Conforme o Caged, o segmento de serviços continua sendo mais prejudicado, seguido pelo comércio, ambos no vermelho. (veja abaixo).

A percepção do presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Santa Maria (Cacism), Luiz Fernando Pacheco, é otimista.

_ É uma ótima notícia. A construção civil, junto com o agronegócio, são as atividades que vêm segurando a economia e também possuem condições de puxar o crescimento com maior rapidez no pós-pandemia. Ao considerarmos a importância social do emprego gerado na construção civil, pessoas com baixa escolaridade e que teriam dificuldade de achar vagas em outro setor _ analisa.

Santa Maria tem 60 mil pessoas impactadas pelo salário de trabalhadores do comércio

Não é a primeira vez que o setor, em Santa Maria tem contraste em períodos de recessão da economia nacional. Em 2016, quando a construção civil foi o setor que mais demitiu depois de uma grande crise que paralisou obras em todo o país, o Coração do Rio Grande esteve na contramão, ao criar 888 postos de trabalho naquele ano.

EM JUNHO, AUMENTO DE 12% DA CONTRATAÇÃO

Samir Samara, presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Santa Maria (Sinduscon), atribui à continuidade e ao ritmo de trabalho:

_ Tirando apenas alguns dias no final de março, a construção civil nunca paramos. Embora não tenha tantos novos empreendimentos, seguimos as obras em andamento, sempre com higienização dos locais e uso de EPIs dos funcionários. Em junho, tivemos nossas melhores vendas do ano, com crescimento de 8% e um aumento de 12% na contratação. As pessoas estão investindo no imóveis, pois as aplicações estão rendendo menos que a inflação, por isso, preferem imóveis e a gente trabalha isso como uma moeda forte.

Sancionada lei que oferta empréstimos de até R$ 5 mil a pequenos empreendedores

Em Santa Maria

Área admitidosdesligados saldo 
Agropecuária7-2
Comércio 432 496 - 64
Construção 153117 36
Indústria145 109 36
Serviços 687 824 -137
Total 1.4241.515 - 131




fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190