queda no setor

Agências de turismo já sentem o impacto do coronavírus em Santa Maria

Viagem de bispos gaúchos para encontro com Papa no Vaticano também foi cancelada

18.398
Foto: Foto: Renan Mattos (Arquivo)

Foto: Renan Mattos (Arquivo)

Com pelo menos 52 casos de coronavírus confirmados no Brasil e o crescimento de casos fora da China, especialmente na Itália e no Irã, agências de turismo começam a perceber mudanças na procura por pacotes internacionais. Proprietários e gerentes de empresas de viagem de Santa Maria contam que quem já tem passagem comprada para as próximas semanas tem buscado as agências para solicitar o adiamento ou remarcação das datas e, em alguns casos, até mesmo para o cancelamento. No Rio Grande do Sul, já são quatro casos confirmados de Covid-19.

Rio Grande do Sul confirma o quarto caso de coronavírus

O setor de viagens nacionais ainda não sentiu os impactos da crise, mas quem trabalha com a comercialização de viagens para fora do país lamenta o momento vivido.

- Procura para pacotes para fora do pais não está tendo nada, está tudo parado. Cancelamentos a gente ainda não teve, mas tivemos troca de datas - explica a sócia-proprietária da TravelTur, Joíra Ramires. 

A situação é parecida com o relatado por Camila Grellmann, coordenadora da agência Fan Turismo, também de Santa Maria. A empresa tinha comercializado pelo menos oito viagens para a Itália neste mês de março. Destes, quatro clientes optaram por cancelar as férias, enquanto os outros quatro negociaram um adiamento na data do passeio. 

Já são cinco casos suspeitos de coronavírus na Região Central

- Quem já comprou, nós estamos avaliando. No caso da Itália, o país fechou, então não tinha o que fazer. Mas a gente tem clientes, no mês que vem, que vão para outras partes do mundo onde ainda não há política restritiva. Então, por enquanto, eles estão mantendo. Até porque, se cancelarem, perderam dinheiro - afirma Camila. 

Cerca de 50% do faturamento da agência advém dos planos de viagem para fora do país, ela explica. Se o turismo nacional não sofreu alterações, o momento é de estagnação na comercialização de pacotes internacionais:

Santa Maria tem dois casos suspeitos de novo coronavírus

-  As pessoas todas não sabem como vai caminhar, então, quem não comprou está esperando para ver o que vai acontecer - conta a coordenadora.

CÂMBIO ALTO TAMBÉM PESA
Outro fator que preocupa o setor é a alta taxa cambial do dólar, que teve pico na última segunda e fechou a R$4,72. Com a cotação em alta, os possíveis clientes estão receosos.

- O grande causador da queda [na comercialização de pacotes internacionais] é o coronavírus. Mas tem locais que não tem tantos casos e não está tendo procura em função do dólar estar em alta - acredita Joíra, da TravelTur. 

Assessor de Bolsonaro volta dos Estados Unidos com suspeita de coronavírus

Outro fator citado pelas proprietárias foi a estiagem, que já provocou queda na produção de grãos na região e prejuízo estimado em R$90 milhões. Camila lembra que a falta de chuva não é problema só para quem depende diretamente do setor. 

Tanto Joíra quanto Camila têm esperança de que a situação melhore no futuro, mas preferem não apostar em prazos para a retomada do setor. 

Paciente com suspeita de coronavírus em Faxinal está em isolamento domiciliar

VIAGENS DE BISPOS É CANCELADA
Também nesta quarta-feira, o Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), anunciou o recebimento de comunicado sobre a suspensão da visita Ad Limina Apostolorum no Vaticano. Bispos e arcebispos da região central do Estado encontrariam o Papa a partir do dia 21 deste mês. O adiamento do encontro ocorreu em função do avanço do coronavírus na Itália. 

A última visita realizada ao Vaticano pelo episcopado gaúcho ocorreu em 2009. Dos 24 bispos que iriam participar, apenas sete estiverem no encontro anterior.

CASOS NO ESTADO
Subiu para quatro o número de casos confirmados do novo coronavírus no Rio Grande do Sul. A confirmação foi feita no início da noite desta quarta-feira pela secretária estadual de saúde Arita Bergmann.  

De acordo com Arita, os novos casos ficam em Caxias do Sul e Porto Alegre. Ainda não há mais detalhes sobre os pacientes. O exame, feito pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen), só ficou pronto no final da tarde de hoje. 

Outros dois casos já haviam sido confirmados: um na Capital - uma mulher de 54 anos, e outro em Campo Bom, na Região do Vale dos Sinos - um empresário de 60 anos.  


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190